/* Facebook Like button

quinta-feira, 31 de maio de 2007

Blue Moon


Lua quase Cheia Azul

Na dança da Lua e do Sol a Lua se opõe outra vez ao grande astro.
E, assim sendo, teremos mais uma noite luminosa nesse mês de maio.

A segunda Lua Cheia, a chamada "Blue Moon".

A hora é boa para projetar uma visão de abundância para si, para todos e para o nosso planeta,
visando purificação.

La "bella Luna" nossa mãe, nossa nutrição, nossa imaginação.

Sonhemos todos juntos um mundo novo, mais Azul!
Continue lendo...

sábado, 26 de maio de 2007

O menos é mais!

A Lua recentemente passou por Virgem e as qualidades deste signo me fizeram lembrar de uma máxima da culinária italiana: menos é mais! Vou explicar. A despeito dos italianos terem a imagem de devoradores de massas e pizzas, morando aqui vi que a coisa não é bem assim. A dieta italiana é bem equilibrada: massa ou arroz, carne e verduras. Para agradar um italiano à mesa não é preciso muito. Malgrado il primo ed il secondo piatto aparentemente serem complexos e demandarem horas na cozinha, basta uma boa massa cozida por 8, 10 minutos com um molho de tomate e manjericão e pronto! Ou então, um bom arroz italiano temperado com sal, curry e um pouquinho de espinafre também já está de bom tamanho. Para il secondo, uma saladinha e um pedaço de carne pequeno e era isso. Ah, tudo acompanhado de um bom óleo de oliva extra Virgem, claro! Por último, não pode faltar o café. E como aqui cada pedacinho de terra é bem aproveitado, o manjericão, o alecrim e a salsa estão em quase todas as casas, nas sua pequenas hortas. Até eu já fiz a minha, aproveitando as sacadas do apartamento.

Outra coisa – e isso já está mais para as qualidades de Câncer – é que a maioria dos italianos costuma comer em casa. Ao meio dia, meio dia e meia, tudo fecha aqui para abrir só lá pelas três, três e meia. Tempo suficiente para chegar em casa, preparar uma boa comida e ainda descansar um pouquinho depois. Além disso, quanto menos industrializada a comida, melhor! Muitos queijos, pães, salames, linguiças e biscoitos são preparados de forma artesanal, e essas delícias podem ser encontradas numa feira bem perto de casa. E a despeito da comida italiana ser saborosíssima, essa não é uma populaçao com problemas de obesidade. Menos comida, mais sabor! Buon appetito!
Continue lendo...

sábado, 19 de maio de 2007

Touro revisitado

Estamos nos últimos graus do Touro e posso dizer que este ano conheci Touro de novo. Vou explicar o porquê. Aqui, no 45 norte, antes de Áries chegar rompendo as sementes, estava tudo morto, sem uma folhinha verde para contar a história. E depois dessa explosão ariana chega Touro e vai ajeitando tudo aquilo que Áries pôs para fora.

No ápice da estação, Touro mostra a que veio e toda a primavera está ao seu gosto, com cores, flores, cheiros e sabores. A temperatura amena de Touro relaxa os músculos e as idéias tesas de frio. Os corpos se mostram nas mais variadas formas e cores. Os parques perfumados de rosas ficam cheinhos de namorados. Conheci um outro Touro no canto e na cor de outros pássaros, no cheiro de outras flores e na degustação de outros sabores. E gostei!
Continue lendo...

quarta-feira, 16 de maio de 2007

Pensando em Netuno...

Waterhouse - The Danaides


Onde é que preciso me derramar?
no meu silêncio ... todas as pessoas.
entrega que conduz ao mar ...
“chi lo sa” o que de la emergirá
grande mistério, vazio de tudo ou nada
Alma alimentada de sonho!
Continue lendo...

terça-feira, 15 de maio de 2007

Baile no Céu

Di Cavalcanti - Baile Popular


Você já parou para pensar na hipótese de sermos viajantes dançarinos a bordo da nave-mãe Terra?

A imagem do “dansador” - palavra criada por Guimarães Rosa referindo-se aos seus personagens do “Corpo de Baile” - me inspirou a dar o nome a esse blog: Baile no Céu. Não sei se era exatamente assim que Rosa via a nós mesmos, os planetas e a organização cósmica. Há fortes indícios que sim, mas há outros que não. No fim das contas, Rosa nunca entregava assim tão facilmente a conclusão daquilo que dizia e escrevia, deixando boa parte à mercê do mistério e das muitas interpretações e ambiguidades que a literatura comporta tão bem.

Em todo caso, é uma imagem belíssima: nós e os planetas “dansando” em torno de nós mesmos, ou em torno do outro, que pode ser outro planeta ou outra galáxia. Isso tudo remete à idéia de algo meio bêbado, errante mesmo, de acordo com a própria origem latina da palavra 'planeta', que quer dizer “errante ou vagabundo”.

Agora digamos que você tenha adotado a idéia e queira saber “mas que baile é esse, afinal de contas?”. Voltemos ao Rosa e aos seus personagens. Em Corpo de Baile, no conto “O recado do morro”, os personagens rosianos descrevem um movimento cíclico de ida e volta em torno dos planetas e de si mesmo. Quando o movimento acaba, o personagem morre ou, se preferirmos, fica encantado e retorna para o lar, “medindo o céu e retornando à sua estrela”... O Baile é o próprio movimento! O movimento do “mesmo e do outro em torno de si mesmo e do outro”, segundo as palavras de outro ilustríssimo chamado Platão, ao referir-se à organização cósmica. Eu arrisco a dizer que é um movimento em busca do si mesmo e do outro.

Tudo muito belo, né? Eu acho pelo menos... no entanto, nem sempre é fácil seguir o Baile. Imagine entrar numa valsa sem ao menos ter aprendido um só passo. Ou então, através do movimento do outro, rememorar a presença de alguns calos já esquecidos. Algumas vezes, a queda é inevitável e noutras a música parou, ou pior... toca sempre a mesma (Céus!!!). Porém, felizmente, existem ocasiões em que deslizamos na pista ao som de um ritmo inebriante e até conseguimos apoiar nosso corpo nas mãos de um outro “dansador”, ou mesmo recebermos um para dar sustento. E a despeito de tudo, o movimento segue, sempre. Tentar entendê-lo pode nos ajudar a “dansar” melhor. Ou então, inspirados na figura de um “errante navegante”, podemos deixar que o entendimento é que nos encontre assim “ao acaso”, bem ao gosto de um personagem rosiano que através da arte compreendeu algo de si e “saltou para a sua estrela”.

E, então, curtiu? Vamos bailar?
Continue lendo...
 

Sites amigos

  • Faxineira fascinante - Nos dias em que ela vem, eu acabo usando o lavabo só para espiar seus sapatos. Ela está sempre com um diferente. Sapatos bonitinhos, simples e, principal...
    Há 18 horas

Atendimentos

Entre em contato comigo pelo e-mail danischeifler@gmail.com Ou pelo Skype Daniela Scheifler

Sites amigos

Text

Baile no céu Copyright © 2009 WoodMag is Designed by Ipietoon for Free Blogger Template