/* Facebook Like button

domingo, 31 de janeiro de 2010

Horoscopus do dia 1° de fevereiro: Lua em Virgem

Báh, já se foi um mês inteiro de 2010. Ah, mas um outro mês se abre em folha para nós. E amanhece com a Lua em Virgem, a Lua faxineira fascinante. Essa Lua combina bem com início de semana, pois é nesse período que, habitualmente, reorganizamos as coisas e desintoxicamos de possíveis excessos cometidos nos dias de descanso. Depois de deitar-se e cantar ao Sol lá no Leão, como as cigarras fazem, com a Lua em Virgem é preciso inspirar-se nas formigas! Por isso, acerte seu relógio e o passo com o mundo, ponha o lixo pra fora e não esqueça de molhar as plantas. Organização e limpeza são palavras-chave, hoje. Porque sem cuidado e prestimosidade o caos não seria criativo!

Lua em Virgem é a formiguinha no trabalho, cuidando de pequenas coisas. Ciente dos seus limites, humilde e prestativa.

Hoje, no final da tarde, a Lua em Virgem sorri para Mercúrio em Capricórnio e aí o momento é perfeito para planejar a subida à própria montanha, dando atenção aos pequenos detalhes da escalada. O trabalho flui. E a gente se sente disposto a ele. E trabalhar é bom, né não?

A formiga bossa nova foi ontem, hoje é: de patinhas no chão, formiguinhas, ao trabalho! de patinhas no chão, formiguinhas, ao trabalho! de patinhas no chão, formiguinhas, ao trabalho...! E não me venha com pretérito-mais-que-perfeito, porque o tempo hoje é presente!
Continue lendo...

sábado, 30 de janeiro de 2010

Diário do dia 31: formiga bossa nova

Ontem, topei com muitas crianças. Na rua e na festa de casamento do Stefano e da Lucia. E cheguei a uma conclusão: risada de criança é uma das coisas mais lindas que existe, né não? Lua em Leão no céu, meu queridos. E Leão brilha, procria, cria, se expressa. Ontem, o dia foi de pura festa. E não tem brilho mais lindo do que um sorriso, do que a alegria genuína.

Então, ao invés da guerra, faça bolhas de sabão:


E celebre a criança que há em você, porque o dia é de Sol, e a Lua segue no signo do coração.

A Dama do céu, vem de uma oposição com Netuno, na madrugada. Quem ficou acordado esteve ali a desvendar os véus de Maia, a enfrentar a própria ilusão. Quem dormiu, dormiu e sonhou...Zzzz.

Por volta do meio dia, a Lua ingressa Virgem e o ataque de Maria pode pintar por aí, por aqui. A Lua em Virgem vem já querendo varrer o salão em pleno domingão, querendo limpar, organizar e pôr ordem em tudo. Ah não! Mas, ó, Júpiter tá lá em Peixes, então a preguiça também vai rolar, o exagero, a crítica e a idealização também. Quer saber? Ninguém é perfeito e ninguém aqui é anjo. Mas, pô, domingo foi feito pra descansar, né? Então deixe a Lua faxineira fascinante de molho mais um pouco, certo? Chame a formiga bossa nova e cante: assim devera eu ser, assim devera eu ser...



A Lua também sorri para Plutão, pense que o descanso intenso faz bem para a sáude. E ponto final!

E bom domingo cheio de bolhas de sabão e bossa nova.
Continue lendo...

sexta-feira, 29 de janeiro de 2010

Milo Manara, il gioco

Leão, vocês sabem, rege a casa 5 da mandala astrológica. E esta é a casa dos prazeres, dos romances, das criações e dos jogos, também. Pois então, eu achei em Zurique o baralho de pôker do Milo Manara pela bagatela de 10 francos suíços, ou €7,oo. Confiram na foto abaixo. Puro erotismo, grande fonte de prazer, e diversão.


Não é lindo?
Continue lendo...

Diário do dia 30: Festa e antropologia

Lua em Leão no céu e hoje tem festa de casamento de um casal de amigos muito queridos. Ele, romano, ela calabresa. Já imaginaram a festa? A família do Stefano, eu conheço. Gente festeira, feliz, engraçada. Os calabreses vou conhecer amanhã. Aqui, na Itália é assim: cada região, cada pequena localidade é um país em si, com costumes, culinária e principalmente dialetos diferentes. Hoje será uma experiência antropológica pra mim.

O dia amanhece com a Lua oposta ao Sol em Leão, Sol de verão aí no hemisfério sul. Roupas quentes aqui no norte. Lua cheiaaaaa aúuuu! Fizeram a mandala? Agradeceram à Lua? Hoje é dia de pintar a última nesga. O ritual é importante, pôr a mão na massa e imantar aqui na terra as fases da Lua, é entrar em sintonia com o movimento dela, com o movimento emocional em você, com os líquidos dentro do seu corpo, com o ciclo da vida.

E mais ou menos quando o Sol estiver a pino no céu, a Lua se opõe a Vênus. Então, assim, ó: quando a gente se dispõe a olhar pro brilho do outro, o nosso brilho também aumenta, para dentro e para fora. Aquário é o brilho para dentro, contido para confraternizar com todos. Leão é o brilho pra fora, luz que faz o povo todo girar em órbita. Por isso, a dica é entrar na dança da vida e bailar entre uma coisa e outra. Esse é um grande momento para festejar com amigos. E ninguém vai perder isso porque tem um reizinho na barriga, né? E quanto a esse lance de egocêntrimo, não se enganem, serve tanto para Leão quanto para Aquário: Aquário tem o ego voltado pra dentro, faz que tá nem aí só para chamar a atenção também, sacumé? Então, nada de ficar no cantinho insatisfeito da vida só porque não lhe deram a atenção que você queria. Isso é perda de tempo.

Agora, não abandone seu ego, pelamordedeus, mas diga não ao egocêntrismo, seja ele de que forma for. E celebre seu dia, encontre seu caminho neste ciclo sem fim que é a vida:



Tin-tim!
Continue lendo...

Sol em Aquário, Lua em Leão

Eu sei que você sabe
Que eu sei que você sabe
Que é difícil de dizer
O meu coração
É um músculo involuntário
E ele pulsa por você
Um dia eu vou estar contigo
E você vai estar na minha...

Continue lendo...

quinta-feira, 28 de janeiro de 2010

Diário do dia 29: Nhoque da Fortuna

É sexta-feira, giorno di Venere, uhú! E a Lua segue no Caranguejo acordando o mundo para a sensibilidade, para o sonho e a imaginação. E para o cuidado, também. E é assim que a gente gesta novos mundos, novos caminhos. Feiz um carinho nocê, fio e fia? Pediu carinho pra alguém? Quem não chora não mama, já diria a Lua em Câncer. Cafuné eu sempre peço. Cafuné é bom demais, né não? E já que hoje eu amanheci com sotaque mineiro, completo: eita que cafuné é um trem pra lá de bom :))

Pois então, o dia amanhece animado, ainda - pois a Lua vem do trígono com Urano - mas bicudo, bicudão. O Sol em Aquário se opõe ao Marte em Leão. E o Sílvio Santos pergunta: É namoro ou amizade? E dá risada. De um lado a paixão, a vontade e, do outro, a amizade, a impessoalidade, o somos todos iguais. Pode rolar desavenças por aí. Coação da liberdade, uns dizem. Outros podem achar o oposto: que impessoalidade tem limites. A Lua em Câncer resume a parada assim, ó: ( e eu não saio do Caetano, né? Digam pra eu parar, plis)



E com o Sol a pino a Lua ingressa Leão, animando ainda mais a festa. O Caetano é Leão, só podia. E ninguém vai ficar sozinho. Os ânimos ficam quentes e coloridos. Criatividade a mil. Lealdade, ardor. A Lua tá quase cheia no céu e os corações parecem que vão saltar pela boca. Então, deixe o coração, a vontade do músculo involuntário guiar seu caminho, hoje e sempre.

O dia é bom também para dar um trato na juba, que tal?

À noite, a Lua sorri para Saturno e coração vira Rei generoso, responsável e sábio. Gente nasceu para brilhar, né não? Brilho no olho, brilho na alma. Autoridade genuína.

Na madruga de sexta para sábado, a Lua dança um frevo juntinho de Marte em Leão e a temperatura aumenta. Só não deixe aumentar demais a ponto de ficar com a cara vermelha de raiva, certo? Fique vermelho só de dançar e suar. E fuja de brigas que nem o Diabo foge da cruz, combinê?

Ah, e hoje sexta-feira dia de Vênus é dia de comer nhoque ou gnocchi da Fortuna. É bem simples de fazer. Querem a receita? Então, lá vai:

Gnocchi ai 4 formaggi:
Porção para 4 pessoas

Ingredientes:
Para os nhoques: 1kg de batata, 300g de farinha, um ovo e uma colherinha de sal.
Para o molho: 80 g de gorgonzola, 80 g de emental, 80 g de fontina, 80 g de taleggio, 80 g de creme de leite e parmesão ralado.

Desconfio que a fontina e o taleggio não serão facilmente encontrados aí, substitua-os por queijos macios e de sabor não muito forte.

Modo de preparar: cozinhe as batatas por 40-45 minutos. Depois descasque-as e amasse-as bem. Misture a farinha, o ovo e o sal e amasse tudo como se fosse massa de pão. Em seguida, faça tiras com a massa da espessura de um dedo, como as que estou fazendo na foto. E por fim, corte em pedaços de 3 cm. Ponha os nhoques numa panela com água fervente e com fogo alto. Quando eles subirem, estarão prontos. Escorra-os.

Numa outra panela coloque um pouco de manteiga e ponha os queijos já picados. Deixe em fogo baixo e misture-os até que formem um creme. Depois, coloque o creme de leite e o sal e deixe ainda mais um pouco no fogo.

Por fim, misture o molho com os nhoques e voilá. É só servir.

Buon appetito!

(O Júpiter em Peixes disse que curtiu o cardápio)


Na foto, Daniela como a mão na massa.
Continue lendo...

Lunação de Capricórnio + Lua em Câncer

Continue lendo...

Presente

Marc chagall - Les Lumieres du Mariage. Kunsthaus- Museu de arte de Zurique.

Para Lucia e Stefano que se casam no próximo sábado.

Naquele dia não se via o sol, apenas o se entrevia atrás da névoa e das nuvens. Ela ficara em casa, durante a manhã. Pantufa e bandana na cabeça. Cozinhou com poucos temperos e muita alma. Só assim sentia o sabor essencial de tudo. Abria gavetas e revia fotos antigas. Lágrimas vieram dizer-lhe: oi, sentimos saudades! Escancarou baús de si mesma e deixou o passado dançar à sua frente, para depois fechar e guardar tudo bem direitinho. Encheu a banheira e tomou um banho demorado. Mémorias boiavam aqui e ali. Gostava do barulho que a água fazia.

Mas tinha de sair do aconhego de sua casa para comprar um presente de casamento e ir trabalhar. Estava decidida: daria lençóis brancos, junto ao desejo de muitas belas noites de sonho e de amor. Foi ao café de sempre e pediu chá de limão. E deu-se conta que suas luvas, manta e meias de lã a protegiam não só do frio, mas eram uma extensão da sua própria casa, do lar que carregava dentro de si. Foi trabalhar feliz. Os tempos se misturavam, mas tudo lhe soava como um belo presente.

In Italiano:

A Lucia e Stefano che si sposano sabato prossimo

In quel giorno non si vedeva il sole, ma lo si intravedeva dietro le nuvole e la nebbia. Era rimasta a casa per tutta la mattina. Pantofole e fazzoletto per trattenere i capelli. Cucinò con quasi nessun condimento, ma molt'anima. E così sentiva il sapore essenziale di tutto. Apriva i cassetti per rivedere delle foto antiche. Lacrime la salutavano dicendo: ciao, ci sei mancata! Con tutto aperto lasciò il passato ballare davanti a se, per dopo chiudere tutto molto, molto bene. Riempì la vasca da bagno e fece una lunga doccia. Le sue memorie galleggiavano qui e lì. Le piaceva il rumore dell'acqua.


Ma doveva uscire dal nido di casa per comperare un regalo di matrimonio e lavorare. Era decisa: comprerebbe delle lenzuola bianche ed insiemi a ciò farebbe anche gli auguri di molte belle notte di sonno e d'amore. Andò al caffè e chiese tè al limone. E si accorse che i suoi guanti, sciarpa e calzini di lana la proteggevano dal freddo, ma non solo: erano un'estensione del suo nido, della casa che portava dentro di sé. Andò a lavorare felice. I tempi si mescolavano, ma tutto LE sembrava un bellissimo presente.
Continue lendo...

quarta-feira, 27 de janeiro de 2010

Diário do dia 28: a minha casa fica lá de trás do mundo

A Lua segue em Câncer, acarinhando o mundo. Mas já de manhã, ela se opõe a Mercúrio e as tratativas os e-mails, a comunicação de um modo geral, ficam truncadas. Então, deixe para fazer coisas mais importantes, que reiqueram uma maior atenção, à tarde, certo?

Com o passar do dia, a coisa vai melhorando, o sentimentos fluem. Ligue para sua mãe, faça um carinho em você, ou em alguém, cuide da sua casa, do seu ninho. Quando você trata bem o lugar onde mora, ele também o protege, o nutre de volta. Lua em Câncer é cuidado, proteção. Proteja então o que é seu, nutra os seus.

Depois, no final do dia, a coisa vai ficando mais animada, a irreverência bate à porta. Isso porque na madruga, a Lua sorri para Urano deixando os ânimos e o ar elétrico, o povo ligado. Quinta feira boa para sair. Vá a um lugar animado, mas assim aconchegante, protegido, certo? É a minha dica.

Lua em Câncer, quase cheia no céu, cheia de memórias e saudosa dos tempos idos, enraizada nas suas tradições. Deixo esta música, então, de um poeta da minha terra.




E um grandioso giovedì para todos nós.
Continue lendo...

Diário do dia 27: de volta ao lar

Bom dia, pessoas todas! Hoje o horóscopo sai do forno com algumas horas de atraso. Tudo porque, ontem, o imprevisto da Lua em Gêmeos quadrando Urano pegou eu e meia Itália de jeito: teve greve nacional geral dos meios de transporte e a mocinha aqui, às 21:30 da noite, depois de ligar para algumas amigas e não as achar, teve que ir dormir em um hotel. E só conseguiu chegar agora em Novara: às 11 da manhã. A greve vai ainda até às 18 de hoje. Ufa, mas hoje não saio mais de Novara.

Aqui tá um frio de lascar e as notícias que li no jornal, no trem, diziam: próxima semana previsão de frio polar, neve e temperaturas siberianas. Que os deuses nos protejam. De norte a sul.

A Lua hoje segue nos Gêmeos, aprontando as suas por aí, mas por pouco tempo. Porque por volta do meio dia a Lua ingressa Câncer e a gente volta pro lar, pro aconchego do ninho. E a Lua sorri para Júpiter e os sentimentos ficam grandes, bonitos. O povo fica inspirado querendo o bem pra si e pro mundo. E ninguém chora e sorri à toa não.



Depois a Lua encara a quadratura Saturno Plutão e todo aquele papo do diário de ontem, vem à tona, pra pauta do dia. Compromisso com escuro do nosso mundo, com nossas relações. Deixe para trás o burburinho do mundo, a falação da Lua em Gêmeos e sinta isso, viva isso tudo aí quietinho para não se desgastar demais. E pra deixar tempo e espaço pro seu mundo interior trabalhar. E ver as todas riquezas que ali hão de estar.

E uma carinhosa quarta-feira para mim e pra você!
Continue lendo...

segunda-feira, 25 de janeiro de 2010

Diário do dia 26: a poesia está para a prosa, assim como o amor está para amizade

O dia amanhece animado, empolgado, festeiro. Nada de areia nos olhos e sim ânimos de Red Bull, com asas e tudo. A Lua faz sextil com Marte em Leão. O dia pula da cama. E cedo. então, já sabe: não deixe para fazer amanhã o que pode ser feito agora, now. Aproveite o pique da mattina.

E cante esta neste dia vigoroso de Marte:



Vênus em Aquário se opõe a Marte em Leão. De um lado a afirmação da vontade, do outro a humanidade, a aldeia global, o amor-amigo. Amor sem amizade não é amor. E isso pode ser visto assim, ó: como uma grande responsabilidade em criar, co-criar a partir dos contatos que fazemos com as pessoas, a partir dos nossos afetos. Usar a vontade criativa (Marte em Leão) para trocar afeto livremente (Vênus em Aquário). Que tal?

Saturno continua quadrando Plutão. E a gente aqui fica balançando, pesando, enfrentando o desafio de questionar o quanto nossas relações propiciam nosso crescimento, ou não. Eu ouvi de uma amiga a seguinte frase: "Você coloca uma moedinha de afeto e recebe duas de volta, isso nunca havia me acontecido". Fiquei muito feliz por ela e, a partir dessa frase, concluí: relacionamento é um investimento sim.

As parcerias de trabalho, também. E nós estamos sendo desafiados a sermos ambiciosos nesse quesito. E não é ter um parceiro rico para ostentar um carrão, ou um diamante na mão, não. É querer mais de uma relação. É querer crescer com ela. Porque relacionar-se é isso, é se des-envolver com o outro. Então, se você coloca 1 moedinha e não recebe nada em troca, não recebe à altura, você está sendo roubado, meu amigo. E você deve cair fora. Há de se encontrar uma justa distribuição de poder nas nossas relações. E para isso, conversar vai muito bem. É o que diz a Lua em Gêmeos.

Na madruga a Lua quadra Urano e se você quiser dormir em paz, sugiro alguma técnica de relaxamento: desde música, programas de humor até chá de camomila, antes de ir pra cama. O que não vale é ficar pipocando nervoso na cama, certo? Até porque em altas madrugadas a Lua sorri para Netuno e aí o povo abraça Morfeu, definitivamente. E dorme-se feito anjo.

E um vigoroso martedì pra mim e pra você!
Continue lendo...

Zurique


Amei a cidade. Limpa, organizada, povo gentil. E é muito fácil se locomover em Zurique com os trams. Trams é como chamamos os bondes aqui na Itália. E muitos museus, também. Fomos em dois: o Landsmuseum:

Adoro quando a gente pode brincar nos museus.

E o Kunsthaus.

Eu, Hermes-menino e a tartaruga que ele utilizou para construir a lira que encantou Apolo.

O primeiro conta a história da Suíça e de seu povo. Povo esse que sempre se manteve, ou procurou se manter neutro em meio às muitas guerras européias. E o segundo, o Museu de Arte com: Picasso, Munch, Chagall, Klee, Kandisnky, Matisse e muitos outros. De enlouquecer.

A Suíça tem três línguas oficiais: o alemão, o francês e o italiano. E quase todo mundo fala inglês. Mas o povo se dirigia a mim sempre em alemão, por que será, hein? O fato é que a cidade é bem cosmopolita. E fica difícil dizer que tal coisa é tipicamente suíça. Tirando os relógios e os chocolates. Mas assim, a cidade de Zurique parece uma mistura de Europa. E o custo de vida por lá é, realmente, altíssimo. Como em Oslo, na Noruega. Enquanto que na Itália 2 cafés com croissants custam, em média, € 3,20, em Zurique o mesmo sai por € 7,00 mais ou menos. Haja bolso.

Ah, Felipe, seguimos tua sugestão e fomos comer a linguiça no pão. Ótima pedida, valeu mesmo! Aliás fomos duas vezes lá, porque o frio estava de lascar e a fome batia a toda hora.

Mais imagens da cidade:

Eu resolvi abrir uma conta bancária por lá ha ha ha

Bonita, não?
Continue lendo...

Diário do dia 25: tri legal!

Bom dia, flores do dia! Buongiorno, fiori del giorno! Por aqui, neva, neva, neva!

E a segundona amanhece com a Lua ainda no Touro, vagorosa e determinada a saborear e ruminar cada momento deste mundo. Por isso a semana começa devagar, com areia no olhos. Mas já no meio da manhã a Lua pula, pula, pula para os Gêmeos. E se diverte. E sai a curiosar para descobrir o mundo. Lua em Gêmeos são as crianças na idade dos porquês. Lua em Gêmeos sabe de tudo um pouco. Lua em Gêmeos fala pelos cotovelos. E fala mexendo mãos e braços. É a Lua do malandro cheio de lábia. E a Lua daqueles que sabem contar piada, inventar e misturar palavras. Por isso o dia é bom para fazer contatos, falar com Deus e o mundo. Começar a semana aventando as possibilidades que ela oferece.

À tarde, a Lua sorri para Saturno. Boas relações e bons contatos são importantíssimos para a vida, para o trabalho. E, em seguida, a Lua também sorri para o Sol em Aquário. Tri legal, literalmente. O dia é harmônico, alegre e começa a semana ligando para os amigos, levantando a poeira do que parado está. Easy, easy, easy. Então, seja legal com o mundo que ele também será com você.

E tem mais: na madruga de segunda para terça, a Lua fará trígono com a Vênus. Dica para os solteiros: vão borboletear por aí! E para os casados a dica é propôr algo diferente na e para a relação. Um pequeno ato que seja para sair da mesmice e fazer com que novos sentimentos brotem como pipoca estourando na panela.

E som na caixa, mané:


E uma semana tri legal para todos nós.
Continue lendo...

quinta-feira, 21 de janeiro de 2010

Fora do ar


Meus queridos viajantes, dançarinos e errantes, o Baile no céu vai bailar nos Alpes suíços e retorna na segunda-feira.

Tenham uma sexta-feira não menos que bárbara, pois a Lua em Áries continuará incendiando o céu de alegria, com mil e uma faíscas, e a sexta-feira será bem inspiradora. Acreditem!

No final de semana, a Lua entra em Touro. Então aproveitem o sábado e o domingo para descansar, relaxar e usufruir das coisas boas da vida, certo? Essa Lua, quando insatisfeita, fica mal-humorada, ruminando silêncios. Então, ó, vale desde um passeio no parque para botar o pé na grama, até fazer uma bela massagem com óleos e mãos competentes. Isso sem falar na boa comida com pitadas de erotismo, que esse também não pode faltar para esta Lua taurina. E nem música:



Até a volta! Múuu
Continue lendo...

I have no, no chance

Aproveite a Lua em Áries para desopilar o fígado e grite: vai 'tomatecru' !!! Para os que lhe encherem os tampos e pra tudo aquilo que lhe incomoda. O termo foi cunhado por Nei Lisboa na música "No, no chance" que infelizmente não achei no Youtube .

Dica eufemística de uma Lua em Libra


Continue lendo...

quarta-feira, 20 de janeiro de 2010

Diário do dia 21: a alegria atravessou o mar

Hoje, a Lua amanhece em Áries quadrando Mercúrio em Capri, aia! Atenção, não vá correr em disparada por aí e dar cabeçadas sem necessidade, plis. Cuidado com o que diz, atenção no trânsito. Todo cuidado é pouco. Isso de manhã, certo?

À tarde, a Lua faísca sorri para o Guerrreiro do coração, Marte em Leão. Resultado? Os ânimos se exaltam, se alegram, se colorem. E ninguém segura os carneiros em disparada. Tem jeito, não. Então, já que é pra soltar, solte o bom humor, corra com a alegria, diga isso tudo 'na lata' do desânimo e do mimimi, guri e guria. Algo assim:



Saturno continua lá quadradão a Plutão. Cuide-se! E faça algo de bom pra você, um carinho para aliviar a tensão - que tá grande -, que tal? É o que o me soprou a Vênus em Aquário, que faz trígono com Saturno, hoje. Faça algo novo, jamais feito, por que não? Fazendo bem pra você, você faz bem para o mundo. E esta é a sua maior responsabilidade.

Ah, e não esqueça de brindar à rede de pessoas que, com sua amizade, afeto e amor, o sustentam em fios invisíveis e amorosos. Viva a teia aquariana! Tin-tim!

E um grandioso giovedì para todos nós!
Continue lendo...

Diário do dia 20: Avatar


O Sol ingressou Aquário, hoje. E, ontem à noite, na véspera de isso acontecer, quando o céu estava a terminar de downloadeá-lo, fui assistir Avatar. Um barato o que a tecnologia pode proporcionar, né não? Quanto à forma, o filme é bastante inovativo. Demais mesmo. Recomendo muito. Quanto ao conteúdo, nem tanto. Mas o filme emociona. E traz coisas bem aquarianas, como por exemplo, a beleza que é viver em comunidade, de se preocupar com o bem estar de uma sociedade. A beleza de ver quando todos estão juntos em prol de um bem comum. E aprender com aquele, ou aquilo que é diferente de você. Respeitá-lo, também. Além de ter a liberdade de ser o que se é. E a liberdade de mudar, sempre.

Ah, e visualmente o filme é demais! Assisti em 3D com o cinema lotado de crianças. Um barato, bom para virar criança junto e ficar tentando pegar o filme com as mãos.

E você reconheceram a mocinha felizinha aí na foto acima? :)) Para quem quiser fazer seu próprio Avatar, clique neste link e poste nos comentários que eu publico aqui, certo? (pra gente brincar e se divertir que nem crianças)

Este é o Marcelo brabo:

Este é o Elias Mendes, versão normal:

O mundo segue sonhando com a Lua em Peixes, até que, no finalzinho da tarde, ela ingressa Áries. E do sonho passamos à ação com a Lua faísca, fogo na roupa, Lua cheia de iniciativa. Não economize na alegria, na disposição, ok? Se der, faça um esporte, ponha energia pra fora. Até porque, à noite, Saturno puxa o freio de mão da Lua em Áries. Daí, os que gastaram energia vão sentir é cansaço, ao invés de peso.

Por falar em peso, Saturno quadrado a Plutão, pede responsabilidade com o escuro do nosso mundo, com as nossas relações. E o faz de modo desafiador, meu queridos. Por isso, o clima pode ficar pesado, tenso. Ó, caso você perceba algo seu, assim não muito cheirosinho, comprometa-se a mudar aquilo, com pequenos passos. Uma atitude que seja. Uma só basta para ir desencadeando aos poucos uma mudança. E descondicionar comportamentos que não servem mais. Você pode escolher: ver o desafio, as dificuldades como uma coisa ruim, ou vê-los como uma potencialidade, uma possibilidade de amadurecimento e mudança.

E para fechar, já que hoje é quarta-feira, mercoledì, dia de Mercúrio, quero recomendar MUITO dois blogs de Astrologia que conheci recentemente: O blog do Elias Mendes, para quem quiser se deliciar com muitos textos e aprender astrologia e o blog do Marcelo Dalla, lúdico, filosofico e futurista - como ele mesmo se define. E muito charmoso. Recomendo muito.

E um excelente mercoledì para todos nós!
Continue lendo...

terça-feira, 19 de janeiro de 2010

Diário do dia 19: Delta de Vênus


A Lua segue por todo o dia de hoje no signo de Peixes, no Delta de Vênus, onde Vênus se exalta. E tudo que inspira, sugere, simboliza é com este signo louco de pedra, doido varrido. Deliciosamente doidivano. Peixes me lembra sempre as crianças, os bêbados e os loucos - sábios, ilógicos e proféticos personagens de Guimarães Rosa.

Então, para o dia de hoje, para doidivanear, deixo aqui um conto, chamado "Maiorca", que desliza docemente pelo eixo Virgem-Peixes, de uma pisciana com Vênus e Júpiter também em Peixes, chamada Anais Nin ( no link tem um trecho do diário dela)

Maiorca

Eu estava passando o verão em Deya, na ilha de Maiorca, em um local próximo ao mosteiro onde se hospedaram George Sand e Chopin. De manhã cedo montávamos em pequenos jumentos para descer as estradas que davam acesso ao mar. A viagem tomava cerca de uma hora por trilhas de terra vermelha, pedras, perigosos blocos de rochas, por entre as oliveiras cor de prata até as aldeias de pescadores com seus casebres construídos ao sopé das montanhas.
Todos os dias eu descia até uma enseada onde a água do mar era tão transparente que se podia ver os recifes de coral e a insólita vegetação no fundo.
Uma estranha história a respeito daquele lugar nos foi contada pelos pescadores. As mulheres de Maiorca eram inacessíveis, puritanas e muito religiosas. Só iam nadar com os maiôs de saiote comprido e as meias pretas de antigamente.
A maioria delas não gostava de nadar e deixava isso para as européias sem-vergonhas que passavam o verão na ilha. Os pescadores também condenavam os trajes de banho modernos e o comportamento obsceno das européias. Viam-nas como nudistas que aguardavam apenas uma oportunidade qualquer para tirar toda a roupa e se deitar nuas ao sol, como pagãs. Desaprovavam também os banhos da meia-noite inventados pelos americanos.
Uma certa noite, há alguns anos, a filha de um pescador, moça de dezoito anos, estava caminhando ao longo da orla do mar, pulando de pedra em pedra, com o vestido branco grudado no corpo. Andando e sonhando, observando o efeito do luar na água, ela acabou por chegar a uma pequena enseada escondida e notou que havia uma pessoa nadando. Só conseguia ver uma cabeça e, ocasionalmente, um braço. Quem quer que estivesse nadando estava muito longe. Ouviu então uma voz suave chamando-a.
— Venha nadar. Está ótimo.
As palavras tinham sido ditas em espanhol, com sotaque estrangeiro.
— Olá, María — cumprimentou a estranha, que parecia conhecê-la. Devia ser uma das muitas moças americanas que iam tomar banho de mar ali durante o dia.
— Quem é você? — quis saber María.
— Sou Evelyn — respondeu a moça. — Venha nadar comigo!
O convite era tentador. Seria fácil tirar o vestido branco e ficar só com a combinação curta. María olhou para todos os lados. Não havia ninguém por perto. O mar estava calmo e salpicado de luar. Pela primeira vez María compreendeu o amor dos europeus pelo banho da meia-noite. Tirou o vestido. Tinha longos cabelos negros, o rosto pálido, olhos verdes bem grandes e mais verdes que o mar. Seu porte era magnífico, com os seios altos, pernas compridas, verdadeiramente elegante. Sabia que era capaz de nadar melhor que qualquer outra mulher da ilha. Mergulhou e nadou na direção de Evelyn com braçadas fortes e graciosas.
Evelyn mergulhou para ir ao seu encontro e lhe segurou as pernas. Dentro d'água, as duas se puseram a brincar. A semi-escuridão e a touca de banho tornavam difícil que uma visse o rosto da outra claramente. A voz das moças americanas se assemelhava à de rapazes.
Evelyn lutou com María, abraçou-a sob a água. Quando subiram para respirar estavam rindo, e ficaram nadando para trás e para a frente, despreocupadas. A combinação de María flutuava em torno de seus ombros e lhe atrapalhava os movimentos; finalmente saiu e deixou-a nua. Evelyn nadou por baixo dela e a segurou, lutando e passando por entre suas pernas.
Depois foi a vez de Evelyn abrir as pernas para que a amiga pudesse mergulhar e passar por baixo, reaparecendo do lado oposto. Ela flutuava e deixava María nadar por baixo de suas costas arqueadas.
María viu que a americana também estava nua. De repente, sentiu Evelyn abraçando-a pelas costas, cobrindo todo o seu corpo com o dela. A água estava morna e era tão salgada que as sustentava, ajudando-as a flutuar e a nadar sem esforço.
— Você é linda, María — disse a voz grave, e Evelyn a envolveu com seus braços. María quis se afastar, mas ficou presa pela tepidez da água, pelo contato constante do corpo da amiga. Deixou-se abraçar. Não sentia os seios da outra, mas sabia que as jovens americanas geralmente não tinham seios. María sentiu-se lânguida e quis fechar os olhos.
Subitamente, o que sentiu entre as pernas não era uma mão e sim algo bem diferente; fora tão inesperado e perturbador, que gritou. Não era Evelyn, e sim um rapaz, o irmão mais novo da moça, que colocara seu pênis ereto entre as pernas dela.
María gritou mas ninguém ouviu, e seu grito foi apenas algo que se esperava da parte dela. Na realidade, o abraço dele era tão quente e carinhoso quanto a água. O mar, o pênis e as mãos dele conspiraram para estimular seu corpo. Ela tentou fugir, mas o rapaz nadou por sob seu corpo, acariciou-a, segurou suas pernas, e por fim montou de novo em suas costas.
Os dois lutaram, mas cada movimento servia apenas para excitá-la ainda mais, para torná-la consciente do corpo dele de encontro ao seu, de suas mãos sobre ela. A água agitava seus seios para a frente e para trás, como dois pesados nenúfares.
Ele beijou seus seios. Com o movimento constante não era possível penetrá-la, mas seu pênis tocava vezes sem conta a parte mais vulnerável de seu sexo, e María sentiu que estava perdendo as forças. Nadou para a praia e o rapaz a seguiu. Os dois caíram na areia. As ondas quebravam sobre eles; ambos ficaram algum tempo ofegantes, sem se mexer. Então o rapaz possuiu a moça e o mar veio e os alcançou, lavando o sangue da virgem.
Daquela noite em diante, o irmão de Evelyn e María passaram a se encontrar somente àquela hora. Ele a possuía na água, balançando, flutuando. A ondulação de seus corpos quando desfrutavam um ao outro parecia fazer parte do mar.
Descobriram uma posição segura na base de um rochedo e ali ficavam, acariciados pelas ondas, trêmulos em razão de seus orgasmos.
Quando eu ia à praia à noite, imaginava sempre que seria capaz de vê-los nadando, fazendo amor.
Continue lendo...

segunda-feira, 18 de janeiro de 2010

Como conquistar um pisciano

Continue lendo...

SOS Haiti

Queridos, para quem quiser fazer doações às vítimas do terremoto do Haiti, vai aqui a conta corrente da Embaixada da República do Haiti. você pode doar qualquer valor, no Banco do Brasil, na conta chamada SOS Haiti. (clique no link para maiores informações)

Agência: 1606-3
Conta corrente: 91.000-7
CNPJ da Embaixada: 04.170.237/0001-71
Continue lendo...

A outra noite

Lua cheia em Paris by Daniela Scheifler

E por falar em acreditar, em paisagens de sonho e Lua...

Outro dia fui a São Paulo e resolvi voltar à noite, uma noite de vento sul e chuva, tanto lá como aqui. Quando vinha para casa de táxi, encontrei um amigo e o trouxe até Copacabana; e contei a ele que lá em cima, além das nuvens, estava um luar lindo, de lua cheia; e que as nuvens feias que cobriam a cidade eram, vistas de cima, enluaradas, colchões de sonho, alvas, uma paisagem irreal.

Depois que o meu amigo desceu do carro, o chofer aproveitou o sinal fechado para voltar-se para mim:

-O senhor vai desculpar, eu estava aqui a ouvir sua conversa. Mas, tem mesmo luar lá em cima?

Confirmei: sim, acima da nossa noite preta e enlamaçada e torpe havia uma outra - pura, perfeita e linda.

-Mas, que coisa...

Ele chegou a pôr a cabeça fora do carro para olhar o céu fechado de chuva. Depois continuou guiando mais lentamente. Não sei se sonhava em ser aviador ou pensava em outra coisa.

-Ora, sim senhor...

E, quando saltei e paguei a corrida, ele me disse um "boa noite" e um "muito obrigado ao senhor" tão sinceros, tão veementes, como se eu lhe tivesse feito um presente de rei.

Rubem Braga

Continue lendo...

Diário do dia 18: Noite e Luar

Lua e Júpiter amanhecem o dia casadinhos no céu. Névoa, neblina, paisagem de sonho. Lá fora não se vê nada, a névoa tomou conta de tudo. Mas nem por isso a gente deixa de acreditar, de imaginar paisagens. Imaginação que produz arte. Atmosfera de noite e Luar...num dia de Lua: Lunedì!



E por falar em Peixes, ontem, cheguei novamente a uma conclusão: QUASE sempre, somos nós que nos permitimos viver isso ou aquilo, coisas boas ou ruins, de acordo com nossas crenças. E olha: dá muito menos trabalho escolher o melhor, querer e ser o melhor. Posar de vítima é um desgaste de energia, de vida e de tempo.

Peixes tem muito disso: é vítima ou posa de salvador pra se fazer de vítima, no final das contas. Ou
transita entre o luxo e o lixo. Qual você escolhe?

A Lua faz sextil com Plutão e uns me responderão: "Não quero luxo, nem lixo, meu sonho é ser imortal, não quero luxo, nem liiixo, quero gozar no final..."

E é isso mesmo: o prazer intenso é muito melhor do que a dor.

A Lua também sorri para Mercúrio e a segundona começa bem. Os e-mails vão parar no destinatário certo e, talvez, não haja nem engarrafamento na marginal Tietê. :)) Será? Paulistanos, confiram por mim, plis!

E hoje a Vênus, a Bela, ingressa Aquário e o verbo amar passa a se conjugar com liberdade, com irreverência. Essa Vênus gosta de flertar e de experimentar. Eros literalmente no ar. Amor entre amigos, bom humor. E a alguma impessoalidade, que pode dar um quê de frieza a ela. Mas ligue não, ela é assim mesmo. E não sufoque a moça.

Para mim e pra você: uma semana divina e maravilhosa!
Continue lendo...

domingo, 17 de janeiro de 2010

Próxima estação: Zurique

Estava programando essa viagem há tempos. Mas só confirmei mesmo, no dia da entrada da Lua Nova que, por sinal, caiu exatamente na cúspide da minha casa 9: a casa dos estudos, das grandes viagens, da ligação com os deuses e da fé. E lá vou eu atravessar a paisagem nevada e fria da Europa. Bem Capricórnio mesmo.

Vamos na sexta, dia 22, bem cedo. E passaremos 3 diazinhos lá para comemorar a entrega da tese de doutorado do Marcelo. E para conhecer a cidade, é claro. Zurique fica bem pertinho daqui. Iremos de trem e, em 3 horas, estaremos em meio aos Alpes suíços. Dizem que a cidade é linda. Não duvido. E que a viagem de trem oferece um visual belissimo em meio às montanhas.

Isso sem falar que Zurique tem mais de 50 museus (!!!). Ó céus, ficarei louca. Bom, os 50 acho que não vai dar para visitar, mas o Landesmuseum irei conhecer, sim.

Depois contarei tudo por aqui!
Continue lendo...

Toda poesia é uma forma de oração

E no embalo de Júpiter entrando no mar dos Peixes, eu pensei em orar aqui com vocês. Orar por todas as pessoas que estão desprotegidas, desamparadas neste mundo. Seja do ponto de vista material, seja daquele espiritual, seja por falta de idéias, ou da possibilidade de concretizá-las. Seja por falta de afeto e amor. Eu oro com vocês pelas pessoas daqui, dali e, também, do Haiti.

E para isso, nada melhor do que um oráculo poético. Por isso, escolhi as Cartas do Caminho Sagrado e deixo aqui esta poesia em forma de oração:

Campo de fartura



Campo de fartura
Abundância para todos,
Fome...dor...nunca mais.

O Grande mistério tem afeição
Pelos filhos da Terra
E os alimenta
Com a Eterna Chama.

Filhos da Terra, confiai de novo!
Sede gratos e tecei louvores!
O Campo de Fartura continuará
A sustentar-nos em todos os nossos dias.

Jamie Sams
Continue lendo...

sábado, 16 de janeiro de 2010

Diário do dia 17: Júpiter em Peixes

A Lua segue no Aguadeiro, no signo dos amigos, das grandes idéias, da camaradagem. E a gente se nutre com isso, né não? Ontem encontrei uma amiga super querida e aquariana: a Firdves. E entre vinhos, queijos e comida italiana, pusemos as fofocas em dia. Brasil e Turquia falando em italiano. E fazendo planos.

A Lua aquariana casa com Netuno e depois com Júpiter, ampliando ainda mais os horizontes, as fronteiras do mundo. Inspiração, fé e otimismo. Domingão dos bons, entre amigos. E névoa lá fora, tipo Brumas de Avalon, sabe? E isso sempre que a Lua se aproxima de Netuno, com o ápice quando chega em Peixes. Ah, e mais previsão de neve.

E no final do dia, bem no fim do dia, Júpiter, o benéfico, o magnânimo, ingressa o signo da fartura, do mistério, da fé: Peixes, sim senhor, sim senhora. Como eu vejo isso? Como uma cornucópia farta e cheia de possibilidades. Para que você possa manifestar seus ideais, engrandecer sua alma, satisfazer suas necessidades e, assim, reverenciar e abrir-se ao grande mistério da vida. E entregar-se a ela com fé.

Júpiter, o rico, no signo de quem acredita em milagres. E os faz acontecer. Júpiter, o juiz, no signo da compreensão. A solidariedade também é com este Júpiter. E como precisamos dela, não é mesmo? E ela vem da sensibilidade à dor do outro. Campo de fartura: quanto mais eu dou, mais recebo. Então, eu desejo a mim e a você que o mar seja rico e farto, que a pesca seja divina e maravilhosa. Que o canto da sereia alegre seu coração e lhe faça imaginar e acreditar num mundo melhor, sem fazê-lo bater contra as rochas.

E por falar em sereia, não posso deixar de pôr aqui o Júpiter em Peixes do Milo Manara. Deste tarô erótico que é um tesão:

Esta música também me lembra Peixes, Júpiter e Netuno: Bentinho sendo arrastado para o mar, pelos olhos de ressaca da Capitu: (para se embriagar com música e beleza)



E deixa as águas rolarem, correrem para o grande mar...
Continue lendo...

sexta-feira, 15 de janeiro de 2010

Diário do dia 16: Lua em Aquário dos tornozelos à cabeça

A Lua segue no Aguadeiro, no signo da amizade, das grandes idéias e projetos que temos com aqueles com quem nos afinamos. Planos para um futuro e um presente melhores. E melhorando o presente a gente consegue até ressignificar melhor o passado, né não? Além, é claro, de construir o futuro.

Esta é a Lua das novas tendências, de quando você entra numa loja e vê aquelas roupas coloridas com cortes diferentes e combinações originais. Lua das vanguardas, dos novos movimentos artísticos, da poesia concreta ao cubismo. Lua em Aquário sopra novos ventos. É a Lua do iluminismo, de quando grupos de pessoas passaram a se reunir para discutir o bem comum. De quando a pena por crimes passou a ser aplicada de acordo com o mal que causava à sociedade e, não mais, por castigo divino. Evviva, Aquário!

E para celebrar todos os passos que já demos em direção à 'humanidade', baile esta comigo:



Tá tudo muito bom, tá tudo muito bem, mas no finalzinho da tarde e início da noite, a Lua se opõe à Marte. Dica: fuja que nem o Diabo foge da cruz de brigas e discussões cujas pessoas ficam com a cara vermelha, a fim de defender seu ponto de vista. Combinê?

E permita-se ter um sábado não menos que maravilhoso!
Continue lendo...

Mais uma despedida

Ontem, fechei mais um grupo de alunos. E tem mais dois grupos para fechar, ainda. Esse aí acima, não esquecerei jamais. Grupo da pesada. Inteligentes, provocadores, ácidos e, também muito amorosos. Estão faltando três na foto, dos quais dois agitaram muuuuito. Eram os jokers da turma. Aprendemos e nos divertimos muito. Sentirei saudades...
Continue lendo...

Um pedido à Lua, magia pura

(Na foto mostro a Mandala do mês passado, já toda pintada e a desta lunação, que começarei a pintar a partir de amanhã, até a Lua Cheia, no dia 30)

Seguinte, meus queridos bailarinos, mais uma Lua Nova, mais uma vez Sol e Lua bailando juntinhos no céu, certo? É hoje, sexta-feira, dia de Vênus, o início de um novo ciclo. E, em Capricórnio. Portanto este mês, o baile é mais sério, vai tocar músicas antigas. Vai pedir mais responsabilidade com relação ao seu trabalho e suas parcerias. Talvez alguns tenham que parar o movimento de subida à montanha e retomar de um outro ponto, um que seja mais adequado. De nada adianta galgar degraus que não são os seus, certo? E ninguém tem sucesso sozinho, estamos em rede, estamos juntos. Seu sucesso é meu também. Lunação conjunta a Vênus ressalta isso. O sucesso só tem gosto quando não deixamos de ser humanos para alcançá-lo. E quando não há desgaste excessivo. O equilíbrio é sempre a melhor pedida.

Então, ó, faça um pedido à Lua, ritualize, imante uma intenção até a chegada da fase cheia, no dia 30. A Lua Nova é de Capricórnio, portanto peça por capacidade de realização, ali na casa onde ela cai. Peça também por jogo de cintura, para poder realizar e construir grandes coisas junto das pessoas, com bons parceiros. Se você não souber em que casa cai a lunação de Capricórnio, no seu mapa, mande seus dados para danischeifler@gmail.com que eu respondo, nos comentários, com duas palavrinhas, certo?

E faça um pedido com responsabilidade. E para o seu bem.

Agora, voltando à Mandala propriamente dita, ela se chama Nitya Saktis. Fiz já por diversas vezes, como vocês bem sabem, e gostei dos resultados, por isso compartilho again, again e again.

Para quem não lembra, os passos são os seguintes:

1- Elabore um pedido que queira fazer à Lua, algo que seja para VOCÊ. Tenha responsabilidade com o seu pedido. É interessante pensar em algo que possa ser trabalhado durante o período da lunação. Durante os próximos 29/30 dias.

2- Depois, pegue um pedaço de cartolina e desenhe um círculo na frente e outro atrás, com um prato;

3- No círculo de trás você escreve o seu pedido;

4- Na frente você começa a pintar as nesgas, as tiras de Lua, a partir do segundo dia da Lua Nova, ou seja, no sábado, dia 16/01.

5- Pinte-as, a partir de cima e do centro do círculo, e cada dia reforçe o seu pedido, imantando a idéia;

5- Faça isso por 16 dias até a Lua chegar à fase cheia;

6- No último dia você pinta agradecendo à Lua como se já houvesse atingido o seu desejo.

E, por favor, conte aqui, na próxima Lua Cheia, se obteve resultados, ou não, tá?

Continue lendo...

quinta-feira, 14 de janeiro de 2010

Diário do dia 15: Lua Nova e Eclipse Solar


O dia amanhece com a Lua e o Sol bailando juntinhos no céu. Lua Nova de Capricórnio, no grau 25, às 5:10 da manhã, horário de Brasília. Junto ao casamento do Sol e da Lua, temos um eclipse solar. Eclipse é a necessidade de abandonar algo, como sugere a etimologia dessa palavra grega. O seu trabalho tem sentido para você? Tá muito desgastante? No eclipse lunar que tivemos em Câncer, no final do ano, assistimos muitas pessoas perderem seus entes queridos, suas coisas, suas casas. Seja aí no Brasil como aqui na Itália com as incessantes chuvas na Região da Toscana. Muito triste tudo isso. Nessas situações fica evidente o quanto somos frágeis diante de eventos naturais. Alguns países mais outros menos.

Agora vamos para a outra ponta do eixo: Capricórnio. A autoridade formal em contrapartida àquela emocional. E Saturno, o regente da lunação está retrogradando no céu e isso implica em revisões com relação ao nosso trabalho e às nossas relações de parceria e amor. E pode evidenciar alguma escassez aí, também, além de fazer ressurgir alguns fantasmas do passado, coisas mal resolvidas. Por quê? Porque neste mapa, temos a Lunação em Capricórnio, o ascendente também no signo da cabra e, Saturno, seu regente na casa 10, em casa e retrogradando. E ali ele nos pergunta: Por que é e para quem é que você trabalha? Qual é meu talento? A que você veio contribuir nesse mundo?

No seu mapa, a lunação ali acende as luzes todas daquela casa. Você sabe onde cai? Não? Então vá ao post do Pedido à Lua.

O Sol está conjunto também a Vênus, brindando às sólidas parcerias, ao amor concreto, às parcerias produtivas, fundadas em respeito e valoração mútuos. Brinda à capacidade de realizar e, juntos. Saturno, o regente de Capricónio está em Libra. Vênus, o regente de Libra, está em Capricórnio. Ninguém faz sucesso sozinho, por isso escolha bem com quem trilhar a subida na montanha. Ajude e deixe-se ajudar.

E o hoje o céu está cheio de eventos: Mercúrio retoma o movimento direto, uhú! Resolveu suas pendengas, aí? Revisou, revisitou, reavaliou? Sim? ótimo então.

No final do dia, a Lua entra em Aquário trazendo novos ventos e mais liberdade para o dia. A gente passa a questionar tudo e a procurar aliados para nossas idéias loucas. Mais extroversão, também, para mim e pra você. No finalzinho do dia, a Lua aquariana sorri para Saturno, então, leve à sério suas idéias e ponha em prática sua responsabilidade social, nas pequenas e grandes coisas.
Continue lendo...

quarta-feira, 13 de janeiro de 2010

Diário do dia 14: nostalgia antecipada

A Lua segue séria no Capri. E ontem, teve mais uma festinha, mais uma despedida de alunos lá no IBRIT. Nostalgia antecipada foi o que me bateu. Gente que vai e vem. Ces't la vie. Vou sentir saudades desse grupo querido e divertido.

Hoje, Saturno começa a retrogradar no céu e fica assim até maio. E a gente passa a reavaliar, repensar o trabalho, as relações, o que você está construindo aqui na Terra, hein? O papo é sério e a conversa será longa.

Mas, no final do dia, a Lua sorri para Urano, eletrizando os ânimos. O mundo não acaba amanhã. Quer sair? Quer rir e se divertir? Vai lá sim e faça algo diferente!

Respire e se economize que a Lua Nova vem aí.

Continue lendo...

terça-feira, 12 de janeiro de 2010

Diário do dia 13: irreverência é papo sério

A Lua entrou no signo da Cabra: Capricórnio, deixando os ânimos mais sérios, mais quietos. Ao invés de Capitão Rodrigo, Família Terra.

Em seguidinha, a Lua casa com Plutão, favorecendo a concentração, a profundidade. Mergulhe em você mesmo e descubra seus recursos, sua resistência. O dia quadra Saturno, também, pedindo seriedade. Pedindo que você trabalhe e salde seus afazeres e compromissos.

Mas Sol e Vênus também fazem sextil com Urano. E a irreverência, a novidade também estão na pauta do dia, na vontade de criar algo novo, nas relações. Mas irreverência com direção, sabendo a que veio e aonde vai. De outro modo é rebeldia burra e sem causa nenhuma. E essa é muito feia, né não?

De tarde, a Lua casa com Mercúrio, ahá. E no dia dele, então a comunicação melhora, as coisas fluem, as últimas pendengas se resolvem. Bora lá fechar tudo antes da Lua Nova. E lembrei desta música aqui:

Continue lendo...

segunda-feira, 11 de janeiro de 2010

Diário do dia 12: frio na barriga para aliviar o calor

A Lua segue no Sagitário, alegre e animada. E acorda festeira, ainda, a causa do encontro bom que teve com Marte em Leão. Meu dia foi SUPER HIPER, ontem. Já estava com saudades do trabalho, do frenesi de Milão e dos meus alunos. Sem falar que o Sol brilhou imperioso em meio ao frio intenso do inverno europeu, o dia todo. Alegrando as retinas habituadas ao cinza. E o seu dia como foi?

A Lua, hoje, no início da tarde, quadra com Urano. E pode pintar a irreverência aquela do não quero mais saber de mais nada. Cavalo chucro que não obedece, saca? Ou o imprevisto. Ou ainda você pode se propor encarar o desafio de fazer algo diferente, nunca antes feito. E peitar o frio na barriga, para aliviar o calor de quem tá aí no hemisfério sul. Ahá, que tal?

No meio da tarde, Ela faz sextil com Netuno e depois com Júpiter. Além da animação, a gente dá as mãos à fé e a uma compreensão maior do mundo e das coisas. Que tal dar uma mão a quem precisa?



O clima fica bom, a gente passa a acreditar no melhor e, assim, ele acontece mesmo. Céu aberto e azul. O astral do dia fica assim, ó, que nem a vista aqui de casa:

À noite, Vênus faz sextil com Urano e a irreverência boa faz a moda. Poesia concreta, versos brancos, rima solta. Bom para inovar com amor aí. Proponha algo diferente, combinê!



E um bom dia, cheio de boas supresas para mim e pra você.

:*
Continue lendo...

domingo, 10 de janeiro de 2010

Horoscopus do dia 11: botas elétricas

Segundona novinha em folha pra mim e pra você. Estamos nos últimos suspiros da lunação de Sagitário, a lunação que nos fez cavalgar em outros pagos e desbravar nova vida. E sem churumelas. Ao invés disso, aceitando de peito aberto a nova vida entrar. Feche tudo o que começou, certo? Por quê? Porque a Lua míngua no céu, porque estamos nas barbas da Lunação de Capricórnio e porque estamos nos últimissimos dias de Mercúrio retrógrado. Eu não sei você, mas eu aqui andei fechando muita coisa pendente. Credo, como a gente deixa coisa pra trás não é mesmo? Mas é isso, tem de se terminar o que foi iniciado.

A Lua segue alegre cavalgando o Sagitário. Sagitário o expansivo, o confiante, o otimista, o aventureiro. Sol e Vênus casam, hoje, no céu e brindam o amor e as alianças sólidas. E, como se não bastasse, à noite, a Lua faz trígono com Marte em Leão. Uau! Se der, dê uma saidinha depois do trabalho, ou celebre em casa mesmo, porque o dia é festeiro, exagerado, colorido empolgado. Entusiasmo pra dar e vender. Isso tudo dá nisto, ó:



E uma maravilhosa semana pra todos nós!

:*
Continue lendo...

sábado, 9 de janeiro de 2010

Horoscopus do dia 10: fuscão preto

Na madruga, a Lua em Escorpião faz trígono com Urano e fica todo mundo animadinho, mais elétrico para curtir a madrugada de sábado para domingo, seja na intimidade do lar, seja na movimentação da rua. O importante é fazer algo diferente. Eu estou aqui de vigília, pois o Marcelo, nas próximas duas horas, terá terminado um trabalho que vem se desenvolvendo ao longo dos últimos três anos: sua tese de doutorado.

Aparentemente, ela, a tese, é um dos principais motivos de estarmos aqui. O título? MOBILE-INTERNET 2.0 BUSINESS MODELS: A REFERENCE FRAMEWORK. A grosso modo e, em linguagem de dia de semana, é uma investigação sobre como os aplicativos sociais, a mídia social ganha dinheiro num contexto de convergência de internet e celulares. Um trabalho super aquariano, pois o estudo sobre as novas tecnologias e o próprio conceito de web 2.0 é algo super aquariano; virginiano, também, porque requer maestria, saber manejar muitas ferramentas e programas, além ter que saber construir muitos gráficos, criar estatísticas, modelos, conferir resultados, não perder o foco, etc, etc; e, por fim, escorpiano porque é uma pesquisa, uma profunda investigação sobre um tema. Três signos bastante proeminentes no mapa do moço.

Estamos aqui entre felizes, emocionados e, ele, louco para terminar entregar. :))

Mas voltando, o dia amanhece com a Lua no Escorpião, em quadratura com Netuno e depois, ainda, com Júpiter. Quer saber? Fique na cama até tarde, durma e sonhe. Fique no seu buraquinho, na sua toca. Veja desenhos. Namore. Ou fique só ali com você mesmo, em silêncio ou conversando com os botões do seu pijama. Desligue-se do mundo, nesta manhã, porque o mundo vai estar viajando na HELLMANN'S air lines mesmo.

Quase no final da tarde, a Lua ingressa o confiante, exuberante e inspirador Sagitário. Sagitário bate, mata no peito e encara todas. Como o Capitão Rodrigo, que chega chegando montado no seu cavalo, sem medo de nada e ninguém. Com os deuses todos nas costas. E debochado, para espanar a poeira ou mexer nas águas paradas do Escorpião, ele canta esta e dá gargalhadas:



O que seria desse mundo sem o riso, né?

À noite, a Lua faz sextil com Saturno e, aí, fechamos o domingo de bem com o mundo e com as pessoas. Mais fortes e confiantes. Com os sentimentos e as emoções mais estáveis. Sem dramas, choro, nem vela. E otimistas com a semana que recomeça.

Então, um ótimo lazer, um bom domingão, bem grandão e gostosão pra nós todos! :*
Continue lendo...

O Perfume, a história de um assassino

Aproveitando que a Lua está no Escorpião, vou dar aqui uma dica de leitura escorpiônica. O Perfume, do escritor alemão Patrick Suskind. A minha aproximação ao livro foi a seguinte: quando fui a Lyon, no início de dezembro do recém passado ano, visitei o Museu das Miniaturas do Cinema e, já na entrada, havia toda uma reconstrução, em tamanho natural, das cenas do filme: O Perfume, com cheiro de rosa e tudo.

A conferir:

Grenouille em seu laboratório em busca de essências


Perfumaria de Giuseppe Baldini


Bom, daí voltei pra Milão e fui procurar o livro. Não achei nas duas maiores livrarias que tem perto de onde trabalho. Va bene, fui ver o filme. E, posteriormente, consegui o livro emprestado de um amigo. Grazie, Paolo! E, devo dizer, o filme é muito fiel ao livro, mas livro traz sempre mais detalhes, né?

A história se passa na França do século XVIII e conta a história de Grenouille e de sua odisséia em busca de descobrir um modo de fixar a essência dos perfumes.

O porquê do livro ser escorpiônico? Darei 5 razões

1- Assim que nasce, Grenouille é jogado no lixo por sua mãe, junto aos peixes e e restos mil que podem haver num mercado de praça.

2- Seu primeiro choro, leva sua mãe à forca.

3- Grenouille tem o olfato mais aguçado de toda a França e não tem cheiro nenhum -o que é bastante perturbador - e, a despeito de toda e qualquer adversidade, ele vinga. É um sobrevivente.

4- Sua maior ambição é FIXAR a essência, a alma do perfume. Perfume é Touro. Pele perfumada e macia é Touro. Essência, alma, o que tem debaixo da pele é Escorpião. Ficamos ali no eixo Touro-Escorpião.

5-Grenouille é um assassino, um estrategista e aspira dominar e vingar-se do mundo com sua arte.

Teria mais 337 razões para o livro ser escorpiônico, mas se contar tudo, perde a graça, né?

O livro é excelente, recomendo muito. O filme também.

Continue lendo...

sexta-feira, 8 de janeiro de 2010

Horoscopus do dia 09: dance até entrar em transe

Bem, muito bem. A Lua segue no Escorpião desnudando o mundo. Não, não é a mulata, nem a loira nuas em carros alegóricos não. É você com você mesmo abraçando a sua sombra, abraçando o que você renega e que fica lá só crescendo nos porões da sua alma. Se alimentando para comer você vivo depois. É desnudar-se para si mesmo.

Esses dias, sonhei com uma mulher que insistia entrar em um lugar que eu protegia, ou deveria proteger. Algo assim. Ela era o meu oposto, tudo aquilo que não sou. Ou que não me permito ser e fico renegando ao escuro do meu mundo. No final do sonho, ela havia conseguido entrar e ainda tirou uma com a minha cara. Tirei ela também, ué. Talvez esteja integrando a moça do sonho. Quiçá!

Escorpião rege a casa 8 do mapa, nossos porões, nossa riqueza, nosso inconsciente pessoal. E controla tudo. Às vezes, algo que tá lá no caldeirão do fundo alma, salta pra fora e se torna consciente. E a gente se assusta, se envergonha, quer se enfiar debaixo do c* do cachorro. Mas também cresce, se transforma e ritualiza uma mudança. Se cura. Escorpião desconfia para ver além do que se mostra. Para não ser presa da ingenuidade. Para não ser vítima das aparências. Para confiar no mistério, no invisível. E munido com estas duas últimas grandes palavrinhas, Escorpião encanta, seduz.

No início da tarde, a Lua misteriosa e apaixonada quadra com o Guerreiro do Coração, Marte em Leão. Daí é melhor não cutucar a onça com vara curta e muito menos mexer com cobras e lagartos. Irritação, dramalhão mexicano e explosões podem pintar por aí, por aqui. Mas, assim, tem brigas que não valem a pena. E tem gente que é melhor sair correndo três dias sem olhar pra trás, né? Be careful!

Ó, mas à noite, a Lua faz sextil com o Sol e tudo fica uma beleza. Tem os que desfrutam o sábado na quente intimidade do lar. Tem os que saem e se divertem intensamente por aí. Por aqui.

O que importa é estar vivo! E dance até entrar em transe:



Continue lendo...

Som na caixa, mané



Dica da capricorniana @viviansalazar que disse: 'sexta-feira estranha, meio fria, meio chuvosa, meio lenta, meio paulera...'

É, twitter ensina Astrologia!
Continue lendo...

Guia prático para conviver com um capricorniano, segundo Will Eisner

Já que o Sol está no signo da cabra, está aí o guia divertido de Eisner.
Clique na imagem para vê-la ampliada.

Do livro "Astrologia divertida" de Will Eisner.
Continue lendo...

quinta-feira, 7 de janeiro de 2010

Horoscopus do dia 08: besame mucho

O dia acorda com a Lua em Libra, mas em seguida, já passa para o ardente, intenso e visceral Escorpião. E este só pede, desejoso: besame mucho!



Ou, joga-se determinado, concentrado no seu trabalho. O importante é entregar-se a algo ou alguém. Dia apaixonado e bom também pra quem faz pesquisa, para quem espia, para quem é cheio das estratégias.

Além do más, Vênus baila juntinho com o Sol em Capricórnio. Bom para o amor, para o compromisso, para as sólidas alianças. E, à noite, a Lua sorri para Mercúrio. Hoje, sim, é dia de conversar, discutir a relação, ou que quer que seja que você queira falar. Hoje o entendimento e o amor estão no ar.

Entonces, bom dia, bom trabalho, boas conversas e bom tango pra mim e pra você!
Continue lendo...

Será arte?

Lua em Libra no céu e aluno me manda um e-mail todo escrito em português, quase perfeito, e diz que ao entrar no meu blog, reconheceu a poesia do Ferreira Gullar que tá no meu perfil, na música de Adriana Calcanhoto.



A professora, aqui, recebe e não sabe nem por onde começar a ficar orgulhosa do aluno, que estuda português há 4 meses só.

Viva a Arte e os Artistas Brasileiros!
Continue lendo...

Horoscopus do dia 07: ma il cielo è sempre più blu

Acordei e dei de cara com a Lua em Libra minguando no céu. Não havia amanhecido, ainda. Eu e meia Itália caímos da cama cedo, pois as férias acabaram. Hoje, recomeçam as aulas na universidade e, segunda, as do Ibrit.

E a Lua em Libra segue seus passos de bailarina, embelezando o céu, alegrando as retinas sonolentas. O céu tá lindo aqui. Agora, a quadratura da Lua com Vênus tira o povo da cama, assim, cheio de preguiça, insatisfeito. Normal, né? Depois a Lua quadra o Sol, dando aquela sensação de que uma coisa não casa com a outra. Ao mesmo tempo que faz sextil com Marte, nos animando e acordando para o dia.

Mas, ó, não precisa esquentar os motores já cedo de manhã, comece o dia devagar e não inicie nada, hoje. Primeiro porque Mercúrio e Marte continuam retrô no céu e, segundo, porque a Lua está minguando. Então, feche o que já foi iniciado, dê os arremates, meta os pontos nos 'is', certo?

Depois, da tarde em diante, o dia mostra sua beleza, a cor do seu romance. Quem vive sem isso? O mundo fica azul, cor-de-rosa, verde ou da cor que você preferir.

À noite, o dia sorri para a fé e, também, para o otimismo. A Lua faz trígono com Netuno, depois com Júpiter, na virada do dia 7 para o dia 8. E aí, bailarinos, o céu fica ainda mais azul. Pegue a mão do seu amor, dos seus parceiros e amigos e encha os pulmões com a boa esperança, com grandeza de espírito. Saia, se divirta, converse e sonhe novos mundos, com romantismo, com novas idéias. Pinte o céu de azul, ou com todas as cores.

E seja quais forem seus sonhos, seu trabalho, "seja morando em um barraco ou suando o salário, amando o amor, ou os sonhos de glória, lendo mãos ou escrevendo poesias" uma coisa é certa: ma il cielo è sempre più blu!

Voz e composição de Rino Gaetano: (AMO esta propaganda)



E, aqui, a música completa na voz da Giusy Ferreri:



Il cielo è sempre più blu

Chi vive in baracca, chi suda il salario
chi ama l'amore e i sogni di gloria
chi ruba pensioni, chi ha scarsa memoria
Chi mangia una volta, chi tira al bersaglio
chi vuole l'aumento, chi gioca a Sanremo
chi porta gli occhiali, chi va sotto un treno
Chi ama la zia chi va a Porta Pia
chi trova scontato, chi come ha trovato
na na na na na na na na na
Ma il cielo è sempre più blu uh uh, uh uh,
ma il cielo è sempre più blu uh uh, uh uh, uh uh...
Chi sogna i milioni, chi gioca d'azzardo
chi gioca coi fili chi ha fatto l'indiano
chi fa il contadino, chi spazza i cortili
chi ruba, chi lotta, chi ha fatto la spia
na na na na na na na na na
Ma il cielo è sempre più blu uh uh, uh uh,
ma il cielo è sempre più blu uh uh, uh uh, uh uh...
Chi è assunto alla Zecca, chi ha fatto cilecca
chi ha crisi interiori, chi scava nei cuori
chi legge la mano, chi regna sovrano
chi suda, chi lotta, chi mangia una volta
chi gli manca la casa, chi vive da solo
chi prende assai poco, chi gioca col fuoco
chi vive in Calabria, chi vive d'amore
chi ha fatto la guerra, chi prende i sessanta
chi arriva agli ottanta, chi muore al lavoro
na na na na na na na na na
Ma il cielo è sempre più blu uh uh, uh uh,
ma il cielo è sempre più blu uh uh, uh uh,
ma il cielo è sempre più blu
Chi è assicurato, chi è stato multato
chi possiede ed è avuto, chi va in farmacia
chi è morto di invidia o di gelosia
chi ha torto o ragione,chi è Napoleone
chi grida "al ladro!", chi ha l'antifurto
chi ha fatto un bel quadro, chi scrive sui muri
chi reagisce d'istinto, chi ha perso, chi ha vinto
chi mangia una volta,chi vuole l'aumento
chi cambia la barca felice e contento
chi come ha trovato,chi tutto sommato
chi sogna i milioni, chi gioca d'azzardo
chi parte per Beirut e ha in tasca un miliardo
chi è stato multato, chi odia i terroni
chi canta Prévert, chi copia Baglioni
chi fa il contadino, chi ha fatto la spia
chi è morto d'invidia o di gelosia
chi legge la mano, chi vende amuleti
chi scrive poesie, chi tira le reti
chi mangia patate, chi beve un bicchiere
chi solo ogni tanto, chi tutte le sere
na na na na na na na na na
Ma il cielo è sempre più blu uh uh, uh uh,
ma il cielo è sempre più blu uh uh, uh uh, uh uh..
Continue lendo...

quarta-feira, 6 de janeiro de 2010

Horoscopus do dia 06: harmonia é para se garimpar!

Hoje a Lua amanhece no signo do romance. Mas este recebe um desafio da intensidade, do escuro do mundo, pois quadra Plutão. A Harmonia da Lua em Libra vai ter que ser garimpada. Depois a Senhora do céu casa com seriedade, com o compromisso, Saturno pé-no-chão. E será que o romance e a beleza sobrevivem a tudo isso? Ah, não sei, tô em dúvida, mas a gente tenta, né? Sempre, sempre, sempre...

O fato é que o dia é sério, quieto, sisudo. E Saturno nos dá as bases para pôr fim naquilo que não serve mais, nas relações que já morreram. Eu costumo dizer: não tenha medo de acabar com uma relação que já acabou. Ela já acabou, pombas! E pode ser até que, depois de morta, ela até renasça diferente. Ou não. Será?

Uma coisa é certa: a vida é generosa, pode acreditar. E tudo que vai, volta também como os ioiôs e as ondas do mar.

Depois, à noite a Lua quadra Mercúrio e discutir a relação não é muito aconselhável, não. A não ser que você queira mesmo passar a régua e não esteja nem aí pro entendimento, uia! Este último aí é artigo de luxo, hoje.

A Dona Lua em Libra vai é ensaiar duramente os passos de bailarina, para se equilibrar. Ok, ok...nem todo o dia é docinho de côco, né?

De todo modo, bom dia e... respira, respira!
Continue lendo...

terça-feira, 5 de janeiro de 2010

Epifania, Befana e Dia dos Astrólogo!


L'adorazione dei Re Magi - Giotto

Hoje, na Itália é feriado, pois aqui eles comemoram a chegada dos Reis Magos como a primeira manifestação ou aparição divina. Os Reis Magos vieram visitar e presentear a criança que nasceu! Uma festa cristã que se comemora 12 dias após o Natal, mas que tem origens em antigas tradições que cultuavam o Sol.

O termo, que no mundo grego indicava as ações com as quais a divindade se manifestava, passou no mundo cristão a designar a celebração das principais manifestações da divindade de Jesus Cristo: batismo, adoração dos Reis Magos e primeiro milagre.

Epifania, em grego é aparição divina!

A festa, aqui, é recheada por trocas de presentes e doces. E é conhecida também como Befana, que é personificada por uma velha bruxa feia, porém boazinha.


O dia 6 de janeiro é conhecido também como o dia do Astrólogo, pois os Reis Magos se guiaram pela estrela de Belém para chegar ao menino, segundo conta o Evangelho de Mateus.


Então, viva a divindade, o divino, as estrelas, os magos e os astrólogos!
Continue lendo...
 

Sites amigos

  • Faxineira fascinante - Nos dias em que ela vem, eu acabo usando o lavabo só para espiar seus sapatos. Ela está sempre com um diferente. Sapatos bonitinhos, simples e, principal...
    Há 18 horas

Atendimentos

Entre em contato comigo pelo e-mail danischeifler@gmail.com Ou pelo Skype Daniela Scheifler

Sites amigos

Text

Baile no céu Copyright © 2009 WoodMag is Designed by Ipietoon for Free Blogger Template