/* Facebook Like button

quarta-feira, 31 de março de 2010

Tanti Auguri!

Essa foto foi feita em dezembro de 2007, às margens do Sena, sob uma Lua Cheia de Câncer. Era Natal e era minha primeira vez em Paris.

Pois hoje é aniversário da bela Torre Eiffel, ela é do dia 31 de março de 1889. E hoje é também aniversario da minha mãe.

Felice compleanno, Mamma e Torre Eiffel!

Nada mais ariano do que uma Torre ou um obelisco, né?
Continue lendo...

Breakfast at Tiffany's, despedindo-se da Vênus em Áries

Esta noite sonhei que tinha uma gatinha de novo. Cinza, branca e preta, tigradinha. Sou apaixonada por gatos, principalmente os vira-latas e tigradinhos. Já tive dois: a Felícia e o Grigio. No sonho, esta filhotinha brincava com a alça da minha bolsa até que, eu a peguei no colo e ela passou a ronronar deliciosamente. Acordei feliz com o sonho. Alegre mesmo. Quando voltar ao Brasil, uma das primeiras coisas que farei é adotar, pela terceira vez, um gatinho.

Bom, daí hoje pela manhã, dando uma visitada rápida nos meus blogs amigos, encontrei a Audrey Hepburn, lá no Dalla Blog Não percam, a ilustração dele é demais. Audrey e Mondrian.

Abaixo o trailler de  Breakfast at Tiffany's:



Depois fui direto ver o mapa da Audrey...

Nascida em 4 de maio de 1929, Audrey tem o Sol em Touro e a Vênus em Áries. Primeiramente pensei que ela tivesse Vênus em Touro, pela beleza incontestável dela. Mas Audrey tem o que costumo chamar de peperoncino dolce, ou pimenta doce. Ela tem Sol em Touro e Vênus rege Touro, vocês sabem. Tem também a Lua em Peixes - Lua de atriz que se metamorfoseia, que veste vários papéis. E, em Peixes, onde Vênus se exalta. Daí que vem também sua beleza quase etérea. Tuttavia, paradoxalmente a tudo isso, Audrey tem Vênus no seu exílio e retrógrada, em Áries. Quem diria, né? A bela e brava Audrey Hepburn.

Por isso que, no mapa de uma pessoa, há que se relativizar e muito planetas em queda e exílio. Porque seres humanos são capazes de fazer vibrar sua Cartas Natais, seus céus, de 'n' modos. Audrey é elegante, luxuosa, vibrante e única. Uma bela guerreira.

A famosa atriz nasceu numa família rica: o pai era banqueiro inglês e a mãe uma baronesa holandesa, mas por causa da guerra, Audrey teria até mesmo passado fome. Foi descoberta por Colette, uma grande escritora francesa da primeira metade do século XX. Depois se consagrou em Hollywood, não só por sua beleza, mas também por sua 'bravura' e foi requisitada pelos maiores diretores da época. Audrey tem Vênus ariana em Trígono com Netuno em Leão, mais hollywoodiano que isso, impossível.

'My fair lady' é um dos filmes meus filmes favoritos, por causa de toda aquela discussão sobre o bem falar da língua inglesa e seus puristas. Esta cena, imperdível, dá um bom caldo numa aula de linguística.




E o que é que tem a ver o sonho da gatinha com isso tudo? Hum, talvez nada. É que tomei café da manhã com a sensação vívida do sonho e depois vi a ilustração da Audrey com seu 'cat' lá no Dalla Blog. Daí saiu essa salada toda.

E por ora a gente se despede da Vênus guerreira, mas...ano que vem ela volta. :-)
Continue lendo...

Horoscopus do dia 31: Vênus em Touro, taurina

Buongiorno, bailarinos! O dia amanhece com a Lua na bela Libra, a Lua bailarina. E hoje Lua se opõe a Vênus. De um lado, o impulso de harmonizar da Lua e, de outro, a expressão direta e, muitas vezes, nua crua  da Vênus em Áries. Eu, particularmente, acho que essa gangorra dá um excelente caldo. Porque buscar conciliar e harmonizar é sinal de preocupação com o outro, denota gentileza e sensibilidade. MAS saber o que se quer, dizê-lo e ter ATITUDE, também. Então é isso: o lance todo é seguir o próprio feeling e saber a hora de bailar junto e a hora de dar seus próprios passos.

Depois a Lua ingressa Escorpião, o intenso, cheio de paixões. Imagina só, Sol em Áries, Lua no Scorpion e Marte em Leão dão num  filme do Almodovar. Ou num tango Argentino com rosa e tudo na boca:




Lua em Escorpião concentrado tudo. Esta é a Lua detetive, Lua espiã, Lua visão de Raio X. Lua boa para pesquisas, para estudos profundos e investigações. Lua boa para saber se o seu silêncio combina com o silêncio do outro. Lua ouvindo o escuro do mundo. A Lua em Scorpion também quadra Marte em Leão. Para alguns é paixão ainda mais intensa, pra outros é ira cega. Cada um, cada um já diria esse pronome indefinido e invariável.

No início da noite, a Lua sorri para seu regente Plutão e a intensidade aumenta. A superação também. Clima caliente de norte a sul.

E hoje, Vênus  ingressa Touro, múu! E o Amor se conjuga com verbos concretos e também possessivos. Mas sempre sensuais e doces, com creme de uva na pele macia, com doces melodias. Esta Vênus gosta de conforto, de natureza, de tudo que estimule os sentidos: de um bom vinho tinto feito de framboesa e amoras, que bebi ontem, aos lençóis de linho. Do que é certo e seguro, seja no Amor, seja nos seus investimentos. Vênus em Touro não desperdiça seu cinturão e não dá ponto sem nó. Então, já sabe: tempo de investir direito e seguro, combinê? Há tempo pra tudo neste mundão dos deuses.

E buon mercoledì! 
Continue lendo...

terça-feira, 30 de março de 2010

Horoscopus do dia 30: garota de ipanema

Meus alunos pediram pr'eu levar a 'Garota de Ipanema' pra eles ouvirem e cantarem na aula de ontem. É porque a beleza conquista o mundo mesmo, né não? Até a tristeza pode ser bela. Tristezas belas e maravilhosas chamam-se melancolia.  



Lua em Libra no céu embelezando o mundo, como a garota de Ipanema no seu doce balanço. Lua em Libra para fazer com, fazer junto, cooperar. Então, hoje, já sabe: aposte na gentileza sem nome, na beleza. Fique com a harmonia. O dia se nutre do belo, se nutre de poesia.

Agora, hoje é martedì, dia de Marte. E Sol, Mercúrio e Vênus estão no caloroso Áries. Nenhum problema: a gente traz a Vênus em Armas pro dia. Na verdade, Vênus desarma Marte. Mas Vênus também incita à guerra. Uma das mais famosas chama-se Guerra de Tróia, vocês sabem.

Vênus em Armas, coleção borguese. Museu do Louvre

E no balancê do eu e do outro, capriche no modelito, no visú. Abra portas para estranhos passarem, não corra nas filas, ofereça flores e sorrisos. Mas seja genuinamente elegante, não só verniz. Só assim se desarma a guerra com a beleza.

E tudo fica assim mais lindo e mais cheio de graça, por causa do Amor. 
Continue lendo...

segunda-feira, 29 de março de 2010

Lunedì, giorno della Luna

Lua, regente de câncer, no capitéu do Palazzo Ducale, em Veneza. Para embelezar o dia :)
Continue lendo...

Estou ainda no balanço das gôndolas de Venezia

Venezia, sempre e sempre. Venezia mille volte. Visitar esta cidade extraordinária, pra mim, é sempre uma emoção. É sempre diferente, traz sempre uma sensação nova e um prazer estético que sinto dentro e na pele. Toda aquela água fluindo por canais verdes e todos aqueles prédios imponentes belos e coloridos. Toda aquela história vivida, história a qual os monumentos são testemunhas vivas. Arquitetura que comunica e seduz. Venezia foi República independente por mais de mil anos. Antes mesmo da Itália o ser. Venezia dos mercantes, do intenso comércio com o oriente, Venezia dos artistas, da Commedia dell'arte, Venezia da beleza, do Amor, dos amantes.



Desta vez fui com um casal de amigos que estão hospedados aqui em casa, este mês. Estava ótimo. A Lua estava quase cheia em Leão e a cidade estava transbordando, um pouquinho. Influência da Lua, vocês sabem, a Lua aumenta o nível das marés. E das águas nos canais de Veneza.

Ah, e andar de gôndola é como ser embalado numa rede, num berço sobre as águas. Saindo da movimentação da Piazza San Marco, se entra em canais silenciosos





Canal grande

As fotos falam por si mesmas, não é? Abaixo a ponte do Rialto:


Na Torre dell'orologio, Sol em Áries e Lua em Leão. 

Abaixo a nova coleção de máscaras ornadas com cristal Swarovski
Lasagna e vino também não podem faltar

Á noite, em Rialto, Venezia ferve


E durante o dia também



 Metrô de Venezia


Os signos do Zodíaco e os seus deuses regentes no capitéu do Palazzo Ducale 

 
E me despeço com as belezas naturais de Venezia 

 Tornerò, Venezia!


Continue lendo...

domingo, 28 de março de 2010

Horoscopus do dia 29: equilibrio distante

O Baile está de volta de Veneza, meus queridos bailarinos. Veneza, uh uh uh que beleza! Em seguida vem um post sobre a Serenissima, aguardem! E a segundona começa com a Lua na faxineira fascinante: Virgem. Lua quase cheia no céu. Lua quase cheia aumentando o nível das marés e das águas em nós. Lua cheia, à noite, inundado Veneza.


Na foto, água subindo na Piazza San Marco, na sexta-feira à noite, (com a Lua no Leão quase cheia) ali onde parece que tem uma poça. 

É a cidade transbordando, é a cidade com tesão.

Já de manhã, por volta das oito e pedrinha, a Lua ingressa a bailarina, Libra! A cooperação e o equilíbrio entram na pauta do dia. Ah, mas a Lua já entra em Libra casando com Saturno, por isso antes de trocar com o mundo, o humor do dia se recolhe. O equilíbrio está dentro, ou distante do burburinho do mundo. E, à tarde, a Lua quadra Plutão, bate aquele papinho profundo com ele, vai ao Hades buscar o creme de Perséfone. A Lua antes de mostrar seu melhor passa pelo crivo desses dois planetas. Introspecção e convesa com os próprios botões, é que vai rolar.



E hoje temos a Vênus em Áries sorrindo para Netuno em Aquário. O amor vira sonho, um sonho novo de um mundo novo, de novas relações. O Amor vira criatividade e inovação. Um dia para renovar os sentimentos consigo mesmo, com o mundo, com o planeta. E acreditar. Um dia Ás de Copas trazendo equilíbrio emocional e novas atitudes com relação ao Amor. Nascimento de novos sentimentos. Eles se renovam, pode acreditar. Ainda bem, porque o Amor é o que nos salva da loucura.

À noite, Lua cheia transbordando no céu, no mar, inundando vida em nós. Trazendo clareza pra dentro das nossas parcerias. E aí, já riscou a última nesga de Lua? Já agradeceu? Lua cheia em Libra, porque a vida, vocês sabem, é um fio em equilíbrio.

Euzinha no balancê da gôndola

Post scriptum: E hoje é dia de comer gnocchi!
Continue lendo...

sexta-feira, 26 de março de 2010

Horoscopus do dia 26: un posto nel cuore della Serenissima

O dia amanhece com a Lua brilhando no exuberante Leão. Sexta - feira festeira, bem-humorada, criativa e glamourosa. Num céu quente. Ardente.

E calor é bom, né não? Esquenta a pele, aquece alma.

E o dia de Vênus, então, vá já cuidar da Bela e do Belo em você, ordena a Vênus em Áries. Cuidar da juba hoje é uma ótima pedida. 

Com o Sol a pino, a Lua sorri para Mercúrio em Áries. Bom para qualquer atividade que envolva comunicação, divulgação e o zum zum pra lá e pra cá. Em homenagem ao aspecto no céu, ecco as famosas 'ruas' de Venezia:



À noite, a Lua sorri para Vênus. Sexta-feira Amor quente, erótico, alegre e desinibido. Amor ingênuo-safado. E direto. Amor-sabe-o -que-quer. Delícia! Amor alla Tinto Brás, Amor - filme cheio de arte e erotismo, que se passa num Festival de Literatura.



E un eccellente venerdì e buon finesettimana!

O Baile volta de Veneza na segunda! Arrivederci!
Continue lendo...

quinta-feira, 25 de março de 2010

Venezia è un pesce (e também um Leão)

Este post foi escrito quando voltei da segunda viagem que fiz a Veneza, em agosto de 2008...E amanhã, sigo outra vez para a Serenissima. :) Venice, ever!


O título do post é o nome de um livro que estou lendo e que comprei em Veneza. O autor é Tiziano Scarpa. Scarpa é uma palavra italiana que traduzida para o português quer dizer sapato. Peixes rege os pés. Sapatos e pés estão ali, ali...

O Senhor Scarpa propõe que visitemos Veneza sem mapas e que nos perdamos pelas suas vielas charmosas, no seu labirinto sem Minoutauro. O segundo capítulo do livro se chama "pés" e propõe que viremos "pés" ao conhecer Veneza, ou seja, que caminhemos guiados só por eles. Sem um percurso programado e abertos às maravilhas do acaso.

Estou ainda no segundo capítulo. (Hoje, março de 2010 terminei já o livro e recomendo muito)

O título se inspira na cartografia de Veneza. E aí, parece um peixe?



Estivemos lá por três dias. Três dias ensolarados sob um sol em Leão na cidade do evangelista São Marcos. São Marcos iconograficamente é representado por um Leão. Ainda quando estávamos na Sereníssima, deu-se o casamento da Lua e do Sol. Adivinhem onde? em Leão, claro. Venezia è un pesce e un leone. Veneza é bela, exibida, sensual quase erótica. Veneza é cheia de máscaras. Veneza é cheia de graça. A cidade toda é uma atração. Leão é o símbolo de Veneza. Veneza é teatral. É arte. É colorido. É emoção e mais um monte de palavras que terminam com "ão".



Muitas lojinhas vendendo máscaras de papel machê e eu em busca da máscara perfeita. Ficou boa esta?



Estacionamento de gôndolas



Vista da Piazza San Marco de cima da Torre dell'orologio.



La Serenissima



Andar de gôndola é muito bom. Parece que se está em um berço, sendo ninado.



Dessa vez conseguimos visitar o relógio astronômico e astrológico por dentro. Reservas por telefone, entrada difícil de achar, mas conseguimos.

O guia confirmou: o primeiro relógio mostrava, além da Lua e do Sol, os outros planetas da astrologia clássica. Mercúrio, Vênus, Marte, Júpiter e Saturno. O problema é que quando descobriram que os planetas não giravam em torno da terra, mas sim em torno do Sol, achou-se complicado montar uma engrenagem que fosse fiel a isso e decidiram simplificar, purtroppo.

Deixaram a Lua com suas fases, o Sol, os 12 signos, as horas e os minutos, somente.



Detalhe do relógio: Sol e Lua em Leão. 10: 45 a manhã. Lua escura ou Lua nova.



Mais detalhes da Torre dell'orologio aqui

Outra coisa muito legal referente à astrologia é que o principal capitéu do Palazzo Ducale, o que fica bem na esquina da Piazza San Marco, foi ornado com a criação do homem mais os 12 signos e seus respectivos planetas regentes.

Vista do Palazzo:



Acima do capitéu, Adão e Eva:



A criação do homem:



Júpiter, regente de Peixes e Sagitário:



Bellissima, vero?
Continue lendo...

A dança da Lua e do Sol na Torre dell'orologio


Este post foi escrito em maio de 2007, quando estive pela primeira vez em Veneza, num dia ensolarado de primavera.... 

Esta é a magnífica Torre dell'Orologio, situada na Piazza San Marco, em Venezia. A torre foi construída entre os anos de 1496 e 1499 pelo arquiteto Mauro Codussi.

Originalmente, além de marcar a hora em um relógio de 24 divisões, mostrava todos os planetas da Astrologia Clássica. Os planetas situavam-se dentro do quadrante principal, que tem 4,5 metros de diâmetro, juntamente com o Sol e as fases lunares. O relógio mostra a Lua, quando está Cheia, de forma inteira; quando Nova, ela não aparece no relógio; quando está minguando vai diminuindo e quando está crescendo vai aumentando, assim como ocorre para nós, vista aqui da Terra.

No entanto, desde 1700 e pedrinha, depois de uma "restauração", o relógio marca apenas as horas e a dança entre o Sol e a Lua com a representação das suas fases, mas infelizmente sem os 5 outros planetas. Sem comentários! De qualquer forma, se sabe que uma cidade com tanta riqueza cultural e econômica como Veneza muito provavelmente não estudava só Astronomia.
O fenômeno da L'acqua alta - que inunda a praça e boa parte da cidade - passou a ser previsto em função do movimento da Lua e do Sol. O fenômeno, quando acontece, escolhe as Luas Cheias, Novas ou os Equinócios.

Na foto, é possível ver que são 3 e 15 da tarde, Sol em Áries e a Lua quase cheia em Libra.
Para quem está chegando na cidade, vindo pelo “Gran Canale”, ali está o relógio - bem visível! Ele foi todo feito em dourado e esmalte azul. Lindo, lindo!

Para visitar o interior do prédio, que tem 5 andares, é necessário agendar e pagar uma taxa de €12,00. O percurso compreende a história da Torre, a máquina do relógio – tanto a antiga quanto a nova – as estátuas em madeira dos Magos e do Anjo, que no dia da Ascenção saem em procissão pela cidade, e os pastores – colossais estátuas de bronze que se situam bem acima da torre e que se pode ver de pertinho. Juntos, eles sonam uma “campanella” sempre que a hora é cheia. Abaixo da campanella está o Leão alado, símbolo da bela e imponente cidade.

A Torre dell'Orologio é uma das inúmeras riquezas de Veneza. Vale muito a pena conhecer.



Continue lendo...

Horoscopus do dia 25: vida pulsando dentro e brilhando fora

Matisse, a dança
Lua em Câncer desaguou no mundo e assiste a Aurora. Por volta das 10 da manhã, a Lua que vinha já eletrizada do contato com Urano na madruga, ingressa Leão. E casa com Marte. Fogo na roupa, brilho nos olhos, coração aos pulos. Lua em Leão é fogo de fogueira, onde todos dançam em volta. E se aquecem. A Lua sorri para o Astro-Rei. Momento vida - raio - de - sol, vida pulsando dentro e brilhando fora. Tal como lambari de sanga, pulando feliz pra tudo que é lado. E Saturno em Libra autoriza a festa, a vida, a alegria e a arte de viver. 'A arte arde e cura' como diz o Marco Aurêh.

O Sol em Áries quadra com Plutão em Capricónio e parafraseando a @IsabelMueller e o @MarceloDalla



Não se incomode O que a gente pode, pode O que a gente não pode explodirá
A força é bruta E a fonte da força é neutra
E de repente a gente poderá
Realce, realce Quanto mais purpurina melhor
Realce, realce Com a cor-do-veludo, com amor
Com tudo de Real teor de beleza
Realce, realce, realce, realce Realce, realce, realce, realce

Não se impaciente O que a gente sente, sente
Ainda que não se tente afetará
O afeto é fogo E o modo do fogo é quente
E de repente a gente queimará
Realce, realce Quanto mais parafina melhor
Realce, realce Com a cor-do-veludo, com amor
Com tudo de Real teor de beleza
Realce, realce, realce, realce Realce, realce, realce, realce

Não desespere Quando a vida fere, fere
E nenhum mágico interferirá
Se a vida fere Com a sensação do brilho
De repente a gente brilhará
Realce, realce Quanto mais serpentina melhor
Realce, realce Com a cor-do-veludo, com amor
Com tudo de Real teor de beleza
Realce, realce, realce, realce


Sol quadrando Plutão pro vivente que tem força no cabelinho. Pra quem sente o poder das entranhas, pra quem é herói de si mesmo e sabe que a sabedoria está em reconhecer o bem que vem selado no mal. A morte fecunda, como bem nos mostra e ensina a natureza. 

E a arte diz tudo neste horóscopo de muitas vozes.

Un bello giovedì pulsante a tutti noi!
Continue lendo...

quarta-feira, 24 de março de 2010

Peperoncino dolce

Laura e Fabiano estavam sem tempo para nada. Faziam tudo em um cronograma justo, assim como o jeans de Laura. Correndo daqui pra lá, Fabiano, improvisamente, prende a mulher pelas coxas. Não resistira. E ela, por sua vez, percebera o quanto o desejava. Correram pro quarto e se amaram intensa e velozmente. Em um momento chegaram a pensar que estavam a cumprir mais um item da agenda. Nos seus braços cansados, minutos depois, Laura mal repousou. Fugiu do cafuné e ergueu-se veloz como flecha e foi direto pro banho, preocupada com o tempo. Do chuveiro, enquanto caía água nos seus cabelos suados, perguntou - Fabi, cê me acha muito dura ou insensível? Fabiano riu. Pulou da cama e foi pro chuveiro com ela.

-Não, minha linda! Acho você um doce. Um doce bem picante.
Continue lendo...

Vou roubar Mercúrio pra mim

Mercúrio, Museu do Louvre

Lindão ele, né? Mercúrio, o patrono dos mercantes, do comércio, do movimento, das línguas, dos ladrões. Mercúrio - mensageiro, Mercúrio - embusteiro. Mercúrio deus dos pastores, também.

Já leu o mito dele? Não? Então leia aqui: Hino Homérico a Hermes
Continue lendo...
 

Sites amigos

  • Lua em Leão - A Lua pôs a alma pra secar no Sol de Leão. Mas ué, o Sol não está em Peixes? Está, está. A Lua somente transita o signo regido pelo Sol. Regido e rugido. R...
    Há um mês

Atendimentos

Entre em contato comigo pelo e-mail danischeifler@gmail.com Ou pelo Skype Daniela Scheifler

Sites amigos

Text

Baile no céu Copyright © 2009 WoodMag is Designed by Ipietoon for Free Blogger Template