/* Facebook Like button

segunda-feira, 20 de junho de 2016

Inverno

Hoje tem festa na Roda do Ano: o Sol ingressa o signo de Câncer e inicia-se o inverno aqui no hemisfério sul. Na verdade o inverno já chegou por aqui há alguns dias. O frio tem sido intenso. No mapa que se faz do evento teremos Lua e ascendente em Capricórnio. Pode-se pensar que realmente o inverno será longo e frio. O trabalho estará em evidência. Teremos que nos responsabilizar pelos nossos projetos, rever algumas coisas e dar atenção para o modo como nos organizamos. Suaremos o vestidinho e também o blusão de lã. Capricórnio não dá moleza não. É o signo que se relaciona ao inverno no hemisfério norte, ao pai e às autoridades. Qualquer questão relacionada a isso nos colocará em contato direto com a gente mesmo, ou seja, o modo como eu me relaciono com o que está fora reflete o que trago dentro. Capricórnio é o limite e só iremos aprender a ultrapassar fronteiras quando estivermos conscientes das nossas capacidades, quando soubermos até onde podemos ir. É preciso também amar o que se faz, amar as horas e os dias, valorizar as rotinas que dão certo. Beber afeto no café da manhã e no jantar. Fazendo o dever de casa, poderemos até pular fogueira e dormir de conchinha. Bom inverno pra nós!
Continue lendo...

sexta-feira, 18 de março de 2016

Ele nasceu já sabendo mamar. E nós entramos em Lua de Leite mais que imediatamente. Até um ano ele praticamente só mamou. E nós nos apavorávamos porque achávamos que ele nunca iria aprender a comer. Aprendeu. O mamá continuou. E fomos assim até 2 anos e pouquinho. Mamá a toda hora. De dia e de noite. Um recém nascido com mais de 2 anos.


17 de março de 2016 foi o dia. Sob uma Lua em Câncer e um Bom Fim fervilhando de gente. Foi noite de St Patrick, novidade por aqui. As ruas cheias de gente e de latas de cerveja. Fizemos a rotina da noite: banho, escovar os dentes, limpar o nariz com a seringa e ....mamá sofá? Não. Já havíamos feito nossa despedida um dia antes. A mamãe explicara que não queria mais dar mamá e que, além disso, precisava usar um remedinho para o dodói da pele. Ele me ouviu atento e com o bico do seio entre os dentes disse: qué mamá! Parecia querer me dizer: ok, mamãe, eu já entendi. Me deixa pelo menos então aproveitar meu último mamá. Foi o que eu ouvi nas entrelinhas da nossa comunicação silenciosa.


Durante dois anos e meio foi assim que ele dormiu: adormecendo nos meus braços e com o seio na boca. Ontem foi diferente. Bem, não totalmente diferente. Eu o aninhei no meu colo, expliquei que não teríamos mais mamá, mas que a mamãe estaria ali ao lado dele, sempre. Ele não disse nada, ficou mexendo num sinal que tenho acima do seio e me pediu para contar a história do urso. Contei umas 5 histórias e ele estava quase pegando no sono. Mas aí se agitou. As crianças fazem isso para não se entregarem. Porque o dia foi muito bom e elas não querem que acabe. Me pediu o iPad e assistimos então alguns episódios da Masha e o Urso. Desliguei e disse para ele pegar na minha mão. Ele pegou e, em seguida, dormiu. Não sem antes pedir que eu contasse mais um pouquinho da história do urso.


Foram 4 meses de desmame. Um processo relativamente rápido até. Começamos com o desmame noturno, pois eu não aguentava mais o sono picado à noite. Nos entendemos muito bem, em 2 semanas eu estava já dormindo a noite toda. E ele também. Depois, devagarinho, partimos para o desmame diurno e concluímos tudo ontem, com a retirada do último mamá. Aquele que bota a criança pra dormir à noite. O mais temido de tirar.


Eu fui sempre bastante sincera com ele. Eu não queria mais. Mas também não queria deixa-lo dançando sozinho na pista de dança. Por ele, seguiria mamando. Não faz mal nenhum. Não atrasa a criança em nada, pelo contrário, é o melhor alimento do mundo. Não impede que ela socialize, nem nada do gênero. Dizem até pesquisas recentes que crianças que mamam no peito são mais inteligentes.


Fui eu que cansei. E resolvi confiar nesse sinal. Ontem senti também que cumpri meu papel com sucesso. Fiquei com a sensação de dever cumprido. Ainda não sinto saudades, confesso. Mas possivelmente sentirei. Entendedoras entenderão. Neste momento, eu sinto alívio e felicidade por termos conseguido realizar esse desmame conduzido. Foi respeitoso, foi leve e eu estou muito feliz por nós.


Agradeço às inúmeras mulheres com quem convivo e partilho experiências. Vocês foram um bálsamo, uma luz. Muito obrigada mesmo! 
Continue lendo...

segunda-feira, 14 de dezembro de 2015

Menos é suficiente, mas a vida é desperdício.

Boa tarde, bailarinos!


Que saudades de ter tempo de escrever. De deixar as minhas águas piscianas aqui repousarem e de ir tirando delas, devagarinho os fios necessários para formar as linhas de um bom texto. As águas por aqui estão quase sempre agitadas. Há um menininho - sim um menininho, pois Lorenzo quase quase já não é mais um bebê - que está sempre a sacudir, tensionar e alegrar as minhas águas. Quase não há descanso e escrever virou um luxo.


Eu pego a pena, mas a onda vem e me dá um caldinho.


Então aproveito que minha faxineira-fascinante aqui está e que meu menininho dorme, e me entrego a este momento luxurioso.


Luxo. Luxo.Luxo. Luxo. Luxo.Luxo. Luxo.


Tantas coisas aconteceram. Tanto se poderia dizer. Mas o recorte é necessário, não é mesmo? No Baile do Céu, meus queridos bailarinos, Netuno está tirando meu Mercúrio para bailar. Desconfio que voltarei aqui mais vezes. Mercúrio é o escrevinhador do zodíaco, vocês sabem né? E Netuno tem trazido as ondas, o mar aberto, o mar revolto. Será que Mercúrio dará conta?


Será preciso poesia. Será preciso fantasia.


Mas o mundo anda tão real.


Será preciso loucurinhas. E será preciso saber nadar.


Será que dá?


Júpiter está em Virgem. E menos é suficiente.


Netuno em Peixes. A vida é desperdício.


São dois pra lá, dois pra cá.


O que nos salva é o amor e por consequência o equilíbrio. Amor é equilíbrio. A gente pode ir de um extremo ao outro, mas um abraço nos traz de volta ao centro.


A Lua hoje está em Aquário. No signo dos amigos. Com os amigos a caminhada é sempre muito mais rica e divertida.


Que eles nunca nos faltem então. E que neste espelho do mundo, no qual nos vemos refletidos, possamos trabalhar o escuro e o luminoso.


E ter mais horas de luxo.


Beijo no nariz.
Continue lendo...

segunda-feira, 6 de abril de 2015

Renascimento

Bom dia, bailarinos!






Como vocês estão? Eu ando sumida né? Estou aqui em meio às delícias e ao trabalho da maternidade. Mas quero reservar um tempinho pra vir aqui, se possível, todos os dias. Por que não né? Até porque posso não estar aqui escrevendo, mas a Astrologia está sempre batendo resenha dentro e fora de mim. E hoje é um bom dia para recomeçar e ao mesmo tempo fazer diferente. No Baile do Céu, Sol e Urano dançando uma verdadeira rave no signo de Áries . Áries é pioneiro, vocês sabem. E Urano é o planeta aquele que, quando chega, já vai mostrando o que está pronto para ser vivido. A mudança que a vida é. Urano está se afastando da última quadratura, de uma série de, que vinha fazendo com Plutão desde 2010. Tudo foi remexido não foi? As nossas estruturas todas. E tudo que não se sustenta, caído está. Está claro pra você? A Lua é Cheia, traz clarões. Mas essa Lua vem de um eclipse, apagou algo por alguns instantes. E nos convidou a deixar alguns mecanismo pra trás.


A segunda-feira começa intensa, verdadeiramente renascida. Sabiam que na Itália, por exemplo, a Páscoa só é festejada hoje? Cristo renascido em nós.


Sol em Áries e Lua em Escorpião: é preciso que a gente aprende a ser íntimo de nós mesmos né não?



Boa segunda de Lua pra nós todos.



Continue lendo...

quinta-feira, 15 de janeiro de 2015

Marte em Peixes

Marte está em Peixes

E a luta por dar sentido a tudo, neste mundo maluco, continua. Caminhando, correndo e deixando os pés guiarem, quiçá as mensagens e forças do mundo de lá cheguem até nós. Marginais e desvalidos, unidos, lutando por uto...pias. Marte numa casa estranha. Assombrada? Deslumbrada? Marte em Peixes. Peixes. Cardumes e correntezas mexendo as águas do mundo. Imundo. Inundo. Trombas d'água. Sem luz elétrica só nos resta olhar pras estrelas. Mergulho no mar. Estamos todos no mesmo barco desgovernado à espera de milagres.
Continue lendo...

domingo, 16 de novembro de 2014

Lua em Virgem

Olá, bailarinos!

Esvaziei o cesto da roupa suja! Satisfação da Lua em Virgem. Cozinhar o feijão da semana também deixa essa Lua feliz. A Lua em Virgem se nutre das coisas do dia-a-dia: camisa branca limpinha e folha de alface no prato, sabe? Porque Virgem é a ordem necessária para que tudo funcione direitinho. O luxo de Virgem é o lençol cheirando a amaciante.

Virgem é faxineira fascinante.
Continue lendo...

terça-feira, 21 de outubro de 2014

Jogo Astrológico

Bailarinos do meu coração,

Está difícil vir aqui mais seguido falar com vocês. Mas é por uma boa causa: Lorenzo, meu filho amado. Eu estou aqui, trabalhando já com os mapas, mas com um horário bem restrito para escrever. Fases. Aqui a fase é de Lua de Leite: amamentação e cuidados quase que full time.

No entanto, a Astrologia não parou de rolar.

E tem Jogo Astrológico vindo aí.

Eu já participei, lembram deste meu relato:

"O jogo trabalha com a Mandala Astrológica juntamente com os signos, casas e planetas. E traz uma mensagem para cada um dos 360° do Zodíaco. Foi uma experiência e tanto.
Em grupo tudo fica mais rápido, forte e profundo. É encantador adentrar e trabalhar com os arquétipos de maneira lúdica. Foi muito bom, intenso, curativo e amoroso".

Que tal vivenciar isso também?




O Que: Jogo Astrológico
Quando: 25/10, sábado
Horário: Das 10h às 18h
Onde: Atelier da Casa 9 - Rua São Manoel, 337 sala 9 - Porto Alegre. 
Inscrições e mais informações: mcarolinavecchio@yahoo.com.br
Continue lendo...

sexta-feira, 26 de setembro de 2014

Lua Nova em Libra

"Meu amor, hoje o Céu està tao lindoooo ...."

Lua Nova em Libra. Relacionamentos na pauta do dia. Dois pra cá, dois pra lá. Oscilação. Corda bamba. Busca de harmonia.
Casamento, namoro, romance. Será? A dúvida também duvida. A beleza. A beleza da vida balança. Contrato ou acordo. Acordes da vida.




Continue lendo...

terça-feira, 23 de setembro de 2014

É Primavera

22 de setembro de 2014


Eu e Lorenzo. Em Lua de Leite

Um ano se passou do nascimento do Lorenzo. Ele nasceu no Equinócio de Primavera do ano passado, um presentão para uma mãe astróloga. Uma Roda do Ano depois e ele está aqui a caminhar por tudo, sorrir e deixar bem claro suas preferências. A maternidade é um laboratório amoroso. Cheio de química e ocitocina. Luz e sombra. Sombra e luz. Na entrada, recebi o convite imperioso: entregue-se! Obviamente não é algo fácil, não é dado. Mas foi acontecendo aos poucos. Primeiramente fazia o que tinha que ser feito, apesar das dúvidas e inseguranças frente à nova tarefa. Depois, algo foi penetrando o m...eu coração, algo cheio de amor e alegria. Aí a tarefa virou sacro ofício. E você só quer mesmo é estar ali. Não há outro lugar para estar. Cada conquista do meu filho é celebrada com o embalo da mais pura alegria: arrotos, o primeiro cocô, o primeiro sorriso, sentar-se, engatinhar, ficar em pé, caminhar, as primeiras palavrinhas e isso só para se ater ao principal. Porque existem outras milhões de mudanças e progressos que acompanhamos com uma alegria besta.

Há um ano atrás ele nasceu. Veio de um modo diferente do que esperávamos. Do meu plano de parto, realizei o desejo de ir à pé ao hospital. E também realizei o desejo de ver meu filho chegar da forma mais amorosa possível, apesar da cesárea de emergência. Ele chegou e me foi dado em seguida. Já sabia mamar e essa foi outra realização. Sem nenhum esforço. Ele está com 1 ano e eu ainda não sei o que é ter que preparar uma mamadeira. Meu corpo o alimenta e a gente segue orbitando um ao outro. Em Lua de leite.

Dias e noites voam. Algumas horas insones. Muitas horas felizes. Eu, de minha parte, só quero aproveitar esse tempo que me foi dado. Porque bebês crescem e começam a alçar seus vôos. E aí será preciso abrir ainda mais espaço dentro de mim e entre nós. Porque a cada dia que passa, ele adquire mais e mais a sua vida.
Neste momento, eu aproveito este amor maior que tudo. Um amor físico, insano, que requer todo o corpo ali presente. Alerta e relaxado, por vezes cansado, mas certo de que não existe tarefa melhor no mundo.
De presente, quero e dou ao meu filho o meu tempo, meu colo, meu leite, cuidados, sorrisos e amor. Enquanto ele quiser. Enquanto precisar. Pra sempre vou amar.

Feliz Novo Ano Solar, Lorenzo!
Continue lendo...

segunda-feira, 25 de agosto de 2014

Lua Nova de Virgem

Olá, bailarinos!


O Sol ingressou Virgem. A Lua também. E Virgem, vocês sabem, Virgem é médico-enfermeira. Doença e saúde. Virgem é o Crítico, o analista de muitos sistemas. Virgem é humilde, pede desculpas em letras pequenas num bilhetinho todo azul. Virgem é organizado, inteligente e preocupadinho. Virgem é dia-a-dia, camisa branca limpinha e folha de alface no prato. Virgem pode ser bem chato, o mais chato da paróquia. Grilo cri-cri mesmo.

Mas Virgem é o essencial. Para Virgem, menos é mais. Virgem está atento aos detalhes. Virgem é pingo no ‘i’, ponto e vírgula, nova linha e formatação. E quase nada de exclamação. Virgem é gramática, sintaxe, aporrinhação. Virgem é gaveta arrumada. Virgem é a ordem necessária para que tudo funcione direitinho. Virgem é perfeito, ou quase perfeitinho. Virgem é manicure e dieta. Virgem é atenção. Virgem não tolera bagunça. O luxo de Virgem é o lençol cheirando a amaciante. Virgem é faxineira fascinante. A minha está aqui em casa hoje 

Virgem é o regente natural da casa 6 astrológica e nesta casa temos que nos organizar. Essa casa fala do modo como trabalhamos.Então, vocês já sabem, é tempo de cultivar as melhores qualidades descritas acima. Organizemo-nos!

Viva a Lua Nova e parabéns aos virginianos, claro!
Continue lendo...
 

Sites amigos

  • Inverno - Hoje tem festa na Roda do Ano: o Sol ingressa o signo de Câncer e inicia-se o inverno aqui no hemisfério sul. Na verdade o inverno já chegou por aqui há al...
    Há 2 meses

Atendimentos

Entre em contato comigo pelo e-mail danischeifler@gmail.com Ou pelo Skype Daniela Scheifler

Sites amigos

Text

Baile no céu Copyright © 2009 WoodMag is Designed by Ipietoon for Free Blogger Template