/* Facebook Like button

segunda-feira, 30 de novembro de 2009

Oração para o dia

Vou começar a semana, aqui, fazendo uma lista do que tem pra fazer. Devagar. E vou pôr uma música para cantar junto com a Lua em Touro do céu, porque esta Lua adora fazer o gogó vibrar e, também, saborear de cada momento da vida, neste mundo.



A música é uma das orações para esta lunação de Escorpião. Pra cozinhar o dia, em fogo baixo, e deixar tudo melhor:

Tranqüila
Levo a vida tranqüila
Não tenho medo do mundo
Não vou me preocupar
Tranqüila
Levo a vida tranqüila
Não tenho medo da morte
Não vou me preocupar
Que passe por mim a doença
Que passe por mim a pobreza
Que passe por mim a maldade, a mentira e a falta de crença
Que passe por mim olho grande
Que passe por mim a má sorte
Que passe por mim a inveja, a discórdia e a ignorância
Tranqüila
Levo a vida tranqüila
Que me passe
A doença que me passe
A pobreza que me passe
A maldade que me passe
Olho grande que me passe
A má sorte que me passe
A inveja que me passe
A tristeza da guerra
Tranqüila
Levo a vida tranqüila

E eu me permito continuar a oração pro dia: que me passe a teimosia e o autoritarismo também. E que eu saiba dançar entre os meus quereres e àqueles dos meus amigos.

E Saturno continua quadrado com Plutão. A gente é responsável pelo mundo que há por baixo da nossa pele, o escuro do nosso mundo. Senão faz que nem a mãe aquela que esquece o filho no carro. E como diz a Hericka: deusolivre ser uma especialista!

É Lunedì e eu levo a vida tranquila!
Continue lendo...

domingo, 29 de novembro de 2009

Conto de Natal

Blém, blém, blém - lhe disseram os sinos, anunciando a meia noite. Correu p/ casa. Nariz gelado. Luzes de Natal acendiam-na. #miniconto
Continue lendo...

sexta-feira, 27 de novembro de 2009

Aperitivo de Vênus

Trocou a pele, o vestido, o batom. Caminhou outros passos. Esqueceu a echarpe no bar. Correu pro trem não perder. Abriu espaços em si mesma. #miniconto

Jogou terra úmida no canteiro. Foi ao mercado e ganhou um batom. De um senhor. Desconhecido? Não entendeu. Voltou pra casa e pôs-se a escrever. Em vermelho. #miniconto
Continue lendo...

Dentro do Morning Sun de Edward Hopper

Mostra de Edward Hopper. Palazzo Reale, Milano

Depois que terminar de ler a bibliografia dele, escrevo tudo aqui, certo?

Adoro museus interativos! :D
Continue lendo...

Rilke, um arqueiro profundamente humano

Tô relendo Cartas a um jovem Poeta, do Rainer Maria Rilke, nascido na bela Praga. Sagitariano com Mercúrio em Sagitário e Júpiter, regente do seu Sol, em Escorpião. Rainer falando de Deus e da Morte é para ler de mãos juntas, de joelhos.

A grande literatura é uma forma de oração:

Selecionei trechos da oitava carta, ei-los. Oremos irmãos! :D

(...)...Viveu muitas e grandes tristezas que passaram. E que elas passassem, diz-me, também o magoou e deixou amargurado. Mas peço-lhe que reflicta: estas grandes tristezas não terão antes passado por si, por dentro de si? Não terão dado nova forma a muitas coisas em si, não terão mudado um qualquer aspecto do seu ser? ...(...)

Sagitário é herói lançando flechas, quanto mais coragem de ir ao longe, mais perto de Deus se está:

(...) ...Temos de aceitar a nossa existência, por mais longe que ela chegue; tudo nela tem de ser possível, mesmo o inaudito. É no fundo esta a única forma de coragem que nos é exigida: que encaremos ousadamente o mais estranho, o mais fabuloso, o mais inexplicável. Que os homens tenhas sido cobardes a este repeito trouxe incontáveis danos à vida. (...)'

" (...) Pois não é apenas por inércia que as relações humanas são tão indizivelmente monótonas, repetindo-se de caso para caso sem renovação, é porque os homens receiam qualquer experiência nova e imprevisível que julguem ultrapassar as suas forças. Mas só quem está preparado para tudo, quem nada exclui, nem mesmo o mais enigmático, viverá como uma coisa viva a relação com outra pessoa e irá ele próprio ao limite da sua existência. (...)'

Rilke tinha Lua, Marte e Saturno em Aquário. A tristeza, as mortes, todo e qualquer sentimento pode ser entendido como forma de libertar-se, de des-envolver-se. E de manter a vida viva.

" (…) Se fomos postos no meio da vida, foi por ser este o elemento ao qual estamos adequados e melhor correspondemos. Além disso, por obra de uma adaptação milenária, tornamo-nos tão semelhantes a esta vida que, quando permanecemos imóveis, e graças a um feliz mimetismo, mal nos podemos distinguir de tudo quanto nos rodeia. Não temos nenhuma razão para recear ou desconfiar do mundo onde vivemos. Se nos inspira terrores, esses são os nossos terrores. Se contém abismos, esses abismos pertencem-nos. E se existem perigos, devemos procurar amá-los. Contanto que procuremos orientar e ajustar a nossa vida à medida deste princípio que nos aconselha a nos atermos sempre ao mais difícil, tudo quanto agora nos pareça ser o mais estranho, acabará por se revelar o mais familiar, o mais fiel (...)"

Eu colocaria o livro todo aqui. Recomendo muito.
Continue lendo...

Borboleta da cidade

Ontem, conheci Nu Braz, um cantor italiano de samba e bossa brasileiros. Ele é ex aluno de Ibrit. Fiquei boba, o cara fala português como um brasileiro e italiano como um brasileiro. A música brasileira tomou o corpo dele, só pode. Também a música brasileira é o que é há, não é?

Rica criatura. Super samba no pé. Serata divertente. Me deu um Cd de presente e eu sambei até poder não mais - até às 23:30, na verdade, porque o povo milanese começa a se divertir cedo e td acaba cedo, em dias de semana. Ainda bem. Lua em Peixes para sambar e cantar.



Grazie per la serata, Denise!
Continue lendo...

quinta-feira, 26 de novembro de 2009

No exit

Continue lendo...

Mestre Russo, o Zelador

Ontem, no Ibrit, assisti junto com meus alunos, uma palestra do capoeirista Jonas Rebelo, mais conhecido como Mestre Russo, criador da Roda de Caxias, na Baixada Fluminense. Foi uma palestra forte pra caramba e não teve uma pessoa lá dentro que não tenha saído mais rica desse encontro. Mestre Russo falou do seu trabalho, através da sua vida. Momentos bons e ruins. Superações, perseguições que sofreu junto com outros colegas capoeiras, durante o período militar. Todos perseguidos porque considerados malandros, perigosos, boêmios, pertubadores da 'ordem', enfim.

Ouvimos um pouco do que ele tinha a dizer e depois assistimos a projeção do filme "O Zelador" que mostra sua vida, na Baixada Fluminense.



Uma vida com poucas coisas, mas repleta de sentidos.

Nada mais sagitariano do que a palavra 'Mestre', pensei ontem, enquanto assistia. No entanto, Mestre Russo dizia: não quero que se crie nenhum imaginário em torno da minha pessoa, eu sou uma pessoa cheia de defeitos e limitada pra caramba. Fui atrás da sua data de nascimento e tá lá: um virginiano da gema, com Júpiter, o mestre, também no signo da prestimosidade. Ele dizia: precisamos de menos imaginário para lidar com a capoeira e ir mais aos documentos. A capoeira, é certo, tem origens negra, mas ela é tb uma mistura do passo dos índios, da influência branca, européia.

Um virginiano com pés no chão, que só os lança aos ares quando segura a terra com as mãos. Virgem e Peixes. Virgem, as mãos. Peixes, os pés. Sol e Marte de Jonas.

E a capoeira é uma luta, uma dança cheia de ginga, que comunica, uma dança malandra, de rua. É Mercúrio se divertindo.

O regente do Sol em Virgo, Mercúrio, está em Libra no mapa dele e eis aqui outra frase que me atravessou: eu não sou o dono da verdade, mas eu sei reconhecer quando ela está presente, ou não. E o Amor é uma verdade. Depois existem muitas interpretações disso. Com essa beleza de frase ele parou o seu discurso e fomos assistir ao filme.

Recomendo muitíssimo, O Zelador. É assim que Mestre Russo, humildemente, se denomina, o Zelador da Capoeira. Nada mais virginiano, não? A humildade e o Zelo de Virgem. Disse ele, ainda:

A capoeira é uma luta, uma dança, uma linguagem e o exercício com os músculos é o que forja a virtude.

Outra coisa que chama atenção no mapa de Jonas é a Lua em Áries. Essa Lua, desde cedo, aprende que tem que se defender para sobreviver neste mundo. E foi isso que ele fez. É Lua guerreira, que pressente o perigo. Marte, o dispositor da Lua está em Peixes: a sua luta é grande, a sua luta se deu por meio de um esporte marginal, perseguido. E a sua luta hoje é trazer para a capoeira os jovens da Baixada Fluminense. Uma luta por auto - estima, por superação. Uma luta que visa, mais do que superar a pobreza, superar a falta de sentido, a invisibilidade. Uma luta que se dá num lugar marginalizado. Marte em Peixes até fora d'água.

E defende a capoeira de alma, uma capoeira sem código de barras.

A sua mulher diz no documentário que a capoeira o alimenta e alimenta também seus alunos. Disse que para ela é ótimo que ele tenha se casado com a capoeira, pois ele volta para casa mais tranquilo, de bem com a vida. E ela, que se denomina a amante, fica com a parte melhor. E dava risada!

Lindos!

Ele terminou dizendo que estava realizando um sonho, que conhecer a Itália e a Grécia são sonhos que ele sempre acalentou. Disse que a Grécia ainda não conhece, mas que dentro do possível estava vivendo seus sonhos.

Jonas Rabelo, uma lindeza de pessoa.

Continue lendo...

quarta-feira, 25 de novembro de 2009

Cum iove, estudando em voz alta

Giove. Palazzo Ducale, Venezia

Júpiter, ou Giove, regente de Sagitário e Peixes. E são da mesma família de palavras: gioia, gioire, ou alegria e deliciar-se. Júpiter, o rico, o benéfico.

O Sol está em Sagitário. Sagittarius, o filósofo.

A Lua está em Peixes. Piscis, o sonhador.

O substantivo Júpiter, em latim, é irregular, tenho que memorizá-lo para a prova de sexta.

Iuppiter: Júpiter
Iovis: de Júpiter
Iovi: a/para Júpiter
Iovem: Júpiter (complemente objeto direto), através de Júpiter.
Iuppiter: ò, Júpiter.
iove: com Júpiter.

Cum iove, com Júpiter! Que ele espalhe benefícios. ( e boas notas :D)

post scriptum: Novara transformou-se na Brumas de Avalon. Estou me defendendo com chá de camomila. Lua em Peixes para ninguém botar defeito.
Continue lendo...

terça-feira, 24 de novembro de 2009

Eu tenho você por baixo da minha pele...

...e tenho Paris,também.
Continue lendo...

Nebbia

O mundo lá fora está branco e cinza. Tem tanta névoa que dá para fazer nebulização no ar. Não se enxerga dois palmos à frente do nariz. E a Lua nem navega Peixes, ainda...

Ah, mas tudo começou ontem à noite, quando em Aquário, a Lua casou com Netuno. Por isso a gente repira gotículas de água no ar, hoje.

E se navega pelo dia.
Continue lendo...

segunda-feira, 23 de novembro de 2009

Canção de outono

Cantavam as folhas de outono, hoje, durante minha caminhada matinal:




Boa semana!
Continue lendo...
 

Sites amigos

  • Lua em Leão - A Lua pôs a alma pra secar no Sol de Leão. Mas ué, o Sol não está em Peixes? Está, está. A Lua somente transita o signo regido pelo Sol. Regido e rugido. R...
    Há um mês

Atendimentos

Entre em contato comigo pelo e-mail danischeifler@gmail.com Ou pelo Skype Daniela Scheifler

Sites amigos

Text

Baile no céu Copyright © 2009 WoodMag is Designed by Ipietoon for Free Blogger Template