/* Facebook Like button

sábado, 13 de outubro de 2007

La vie en Rose

Esta semana assisti ao filme La vie en rose, filme esse que conta a história da vida da mais famosa cantora francesa: Edith Piaf.

Não contarei nada aqui sobre o filme, pois recomendo que vejam, óbvio. Agora, depois de assisti-lo, não me aguentei e fui pesquisar o mapa da Edith Piaf na internet. De cara já deu para entender por que ela teve uma vida tão desafortunada, com acontecimentos tão drásticos.

Edith nasceu às 5 da manhã do dia 19 de dezembro de 1915, em Paris. Sagitariana com ascendente em Escorpião e com Plutão, regente do ascendente, na casa 8, a casa natural dele - ou seja das crises, das mortes, da sexualidade e de tudo aquilo que está oculto. Saturno também estava ali. E parece que Edith Piaf teve que lidar a vida inteira com uma série de crises e perdas.

Olha mapa dela aí:



Mapa feito no site do Astro


Cito aqui três grandes acontecimentos bem escorpianinos na vida da "Pequena Piaf":

1- Quando pequena viveu entre a miséria de um bairro pobre de Paris - com a mãe que cantava na rua- e o bordel da avó. Assim, Edith viveu por um tempo na rua e também com uma série de prostitutas, assistindo toda a movimentação de um bordel.

2- Perdeu sua filha Danielle que tinha apenas dois anos de idade, vitimada pela Meningite.

3-Perdeu o amor da sua vida, Marcel, num acidente aéreo.

Mais escorpianno impossível né? pois ainda tem mais: Edith ainda passou por vários acidentes na estrada, teve coma hepática, passou por uma série de intervenções cirúrgicas, usava drogas e tentou o sucídio uma vez.

Dizem que a cantora jamais se recuperou da perda de Marcel e que foi a partir daí que começou a ter sérios problemas de artrite e seu corpo começou a curvar. Na mandala astrológia a casa 3, a casa natural de Gêmeos, e a casa 9, a de Sagitário, são o eixo do conhecimento e também do movimento. Se alguém não consegue mais ter uma visão (Sagitário) para a própria vida, o corpo pode limitar os seus movimentos mais imediatos (Gêmeos).

Mas a grande cantora que ficou conhecida no início da sua carreira como " a pequena Piaf" ( Meio do Céu em Virgem) tinha o Sol, Mercúrio e Vênus na casa de Touro, o primeiro em Sagitário como já disse e os dois últimos em Capricórnio.

A sua voz podia passar improvisamente dos tons ásperos e agresivos (Capricórnio combinado com o ascendente em Escorpião) aos tons mais doces da face da terra (Touro). Edith tinha ainda Júpiter em Peixes, signo que rege a música, na casa da família, ou seja de uma certa forma, entre o caos e o milagre Edith herdou esse dom musical. Dom esse que se concretizava com os três planetas pessoais (Sol, Mercúrio e Vênus) na casa de Touro, signo que rege a garganta, o pescoço e a voz.

Além disso, Edith foi a cantora cujas canções anteciparam o senso de rebelião típico de diversos intelectuais da época, entre eles, o escritor Albert Camus. Edith tinha Urano em Aquário na casa 3, a casa dos escritos, da linguagem.

E, em muitos casos, era ela mesma a autora dos textos e das canções que magistralmente interpretava. Ela tinha Netuno e Marte em Leão, o signo do brilho, da expressão, do teatro, das artes expressivas, enfim. E Netuno estava nos primeiros graus de Leão quando ela nasceu, marcando posteriormente um periodo em que começaram a surgir as grandes estrelas do mundo artístico e a idealização da fama. No entanto, com o Meio do Céu em Virgem, Edith era uma mulher simples que sempre escolhia os vestidos mais discretos para as suas apresentações. E o que mais chamava atenção eram suas mãos. Fora os momentos em que cantava e emocionava a todos com a sua voz tremenda, Edith não se assemelhava em nada a uma diva.

A sagitariana com Lua em Gêmeos era dona ainda de um senso de humor sarcástico e travesso.

Segundo a Wikipdia, durante a segunda guerra mundial, Piaf era contra a invasão alemã e se exibía nos campos militares e nos campos de concentração para prisioneiros de guerra. Foi naquele período (1944) que conheceu e se apaixonou por Yves Montand, cantou com ele no Moulin Rouge, mas assim que ele começou a ficar famoso o romance terminou. Em 1946 escreveu as palavras da canção que no pós guerra se tranformou para os franceses no hino do retorno à vida: La vie en rose!





No dia da sua morte, 11 de outubro de 1963, Plutão em trânsito fazia uma conjunção exata a seu Meio do Céu em Virgem. Morria uma das maiores vozes que o mundo conheceu.

7 commenti:

marcelo dalla on 15 de novembro de 2010 19:34 disse...

Querida!!!! Amei essa análise. Que história de vida, não? Impressionante mesmo. Vou linkar sua interpretação lá no meu post.
bjossssssss

Daniela Scheifler on 15 de novembro de 2010 22:44 disse...

Marcelo, obrigada" A vida dela foi impressionante mesmo.

beijos, beijos!

Gisela on 15 de novembro de 2010 23:54 disse...

Tá vendo como não dá pra maquiar o que é feio? Só que tem casa 8 com planetas sabe disso. E ela por ser famosa não sei se piorou.

O filme é ótimo mesmo. A Marion só era conhecida na França e eu jágostava dela, pois tirava a roupa sem problemas em filmes onde o contexto pedia (e mesmo se não pedisse, atriz não pode ter pudor se a mesma se garante no talento). Enfim, o Piaf foi um presente para uma pessoa que merecia. Tá, tem os pais como atores, mas ela foi galgando cada degrau.

Gisela on 15 de novembro de 2010 23:59 disse...

Já viu a Callas? Ascendente em Escorpião, Lua em Virgem, Marte e SAturno em Libra. Legal é ver o do Onassis também.

Gisela on 16 de novembro de 2010 00:00 disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Gisela on 16 de novembro de 2010 00:01 disse...

Ai, empolguei, Dani: "noooon, rien de rieeen... Non, je ne regrette rien... Ni le bien qu´on m´a fait.. ni le mal, tout ça m´est bien égal"..
"C´est payé, balayé, oublié!! Je me fous du passé!!!!"
;-)

Gisela on 16 de novembro de 2010 00:03 disse...

Aliás, sério, essa música é uma aula para SAturno em Câncer, Sol e Mercúrio na casa 8. Os rancorosos de plantão. Mas eu sou do tipo que demoro, mas uma vez acordada, sou outra pessoa que poderia até mesmo trocar de nome.

 

Sites amigos

  • Um teto todo meu - Saindo da escola vi aquele prédio antigo, imponente e cor de creme compondo o centro de uma praça com um chafariz. Nele estava escrito: Biblioteca Municip...
    Há 3 semanas

Atendimentos

Entre em contato comigo pelo e-mail danischeifler@gmail.com Ou pelo Skype Daniela Scheifler

Sites amigos

Text

Baile no céu Copyright © 2009 WoodMag is Designed by Ipietoon for Free Blogger Template