/* Facebook Like button

sexta-feira, 7 de março de 2008

Regali di compleanno!


As tulipas vermelhas acima, ganhei do meu amor!

Recebi presente de uma grande amiga, talentosa que só ela, o poema abaixo. Compartilho com vocês, pois quando a beleza é grande não cabe em uma só pessoa!

Primeira Luz

Quando nasci já era dia claro
e uma nuvem qualquer
pairava sobre os olhos de minha mãe.

Quando nasci, enrodilhou-me o sangue na face
e senti o gosto da vida
pulsando líquida, vermelha.

Quando nasci, um estremecimento tomou conta,
o ar ruflou asas e ventos,
um grito imundo surgiu,
rompendo fôlegos na pequena sala.
E vieram então os jalecos brancos,
depois o linho,
a alfazema,
a água de lavanda.

Fitei a luz
e era maior que meus olhos,
tentei agarrar o seio,
e era maior que meus dedos,
esperneei no espaço em branco
e o espaço envolveu-me
num único, invisível,
abraço.


Lívia Petry

0 commenti:

 

Sites amigos

  • Um teto todo meu - Saindo da escola vi aquele prédio antigo, imponente e cor de creme compondo o centro de uma praça com um chafariz. Nele estava escrito: Biblioteca Municip...
    Há 3 semanas

Atendimentos

Entre em contato comigo pelo e-mail danischeifler@gmail.com Ou pelo Skype Daniela Scheifler

Sites amigos

Text

Baile no céu Copyright © 2009 WoodMag is Designed by Ipietoon for Free Blogger Template